Guarani

Guarani desiste da contratação do goleiro Thiago Rodrigues, ex-CSA

Foto: Reprodução/CSA

Com negociações há cerca de 10 dias, o Conselho de Administração do Bugre optou não investir na contratação do arqueiro Thiago Rodrigues, ex-CSA (AL). A decisão foi tomada devido à alta pedida salarial feita pelo atleta, que possui tratativas avançadas para defender o Vasco da Gama em 2022.

Segundo informações do jornalista Lucas Rossafa, especula-se, nos bastidores do Brinco de Ouro da Princesa, que o camisa 1 solicitou o valor de R$ 150 mil mensais para fechar o contrato. Este montante, inclusive, teria sido o mesmo pedido ao CSA, clube em que o arqueiro teve seu vínculo encerrado em 30 de novembro.

Leia mais: Propostas do exterior deixam futuro de Júlio César no Bugre incerto

Com impasses financeiros, o Guarani descartou qualquer chance de viabilizar a contratação do goleiro, que recebia por volta de R$ 60 mil de salário em Maceió. O camisa 1 era um nome analisado pela diretoria do alviverde campineiro desde o encerramento da Série B do campeonato brasileiro.

Após a desistência da negociação com Thiago Rodrigues e com Diogo Silva descartado, devido a renovação do arqueiro com o CRB, o Bugre analisa a permanência de Rafael Martins para a próxima temporada.

Leia mais: Gramado do Brinco de Ouro passa por reforma para 2022

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top