Guarani

Guarani perde nos pênaltis para Votuporanguense e dá adeus a Copinha

Foto: Diogo Silva/Especial para o Guarani FC

O Guarani foi derrotado nas penalidades para o Votuporanguense, na tarde desta quarta-feira (10), em Votuporanga, e, com isso, foi eliminado da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2022. Após um empate por 2 a 2 no tempo normal, o Bugre viu a equipe mandante ganhar por 5 a 3 nas penalidades e sair classificada do duelo.

Após um início melhor da Pantera Alvinegra, com direito a bola no travessão, foi o Guarani quem saiu na frente no marcador, com gol de pênalti convertido por Matheus Souza. Na segunda etapa, em um começo frenético, a equipe de Votuporanga pressionou o Bugre e conseguiu empatar, com João Pedro de falta.

No entanto, o Guarani respondeu de imediato e, com chute de Caio, voltou a frente no placar. O Votuporanguense seguiu pressionando em busca da igualdade, enquanto o Bugre seguia se defendendo e apostava nos contra-ataques. Aos 41 minutos da segunda etapa, porém, a equipe mandante conseguiu empatar, com Matheus Reis, e levou a decisão para a cobrança de pênaltis. Nas penalidades, a Pantera Alvinegra se saiu melhor, ganhou por 5 a 3 e alcançou a classificação para a terceira fase da Copinha.

Com o resultado, o Guarani se despede do torneio com uma campanha superior à de 2020, quando foi eliminado na fase de grupos. No entanto, após boa campanha no Campeonato Paulista da categoria, havia uma expectativa maior para o desempenho do Bugre, que se mostrou irregular na Copinha. O alviverde se despede invicto, com uma vitória e três empates, além de ter feito sete gols e sofrido seis.

+Guarani não faz nova investida por Andrigo e meia se aproxima do futebol coreano

Para saber tudo sobre o GUARANIsiga o perfil do Esporte News Mundo  no Twitter, InstagramFacebook e Youtube.

PRIMEIRO TEMPO

A equipe do Votuporanguense começou melhor na partida, pressionando o Bugre e criando mais chances de gol, incluindo um cruzamento feito por Jair, aos 6 minutos, que pegou o goleiro Thiago Galice de surpresa e acertou o travessão. Com o passar do tempo, o Guarani foi equilibrando a partida e, apostando nos contra-ataques, conseguiu oferecer perigo ao gol da Pantera Alvinegra.

Aos 32 minutos, com um cenário de jogo muito estudado e disputado, Carlos Miguel, lateral-direito do time mandante, acertou o braço no rosto de Renanzinho, enquanto a bola saía pela linha de fundo, e o árbitro assinalou pênalti para o Bugre. Matheus Souza foi para a bola e converteu a cobrança, abrindo o placar para o alviverde campineiro. Final de primeiro tempo: Votuporanguense 0 x 1 Guarani.

SEGUNDO TEMPO

Em uma segunda etapa frenética, a equipe mandante, novamente, iniciou melhor e sufocou o Guarani nos minutos iniciais. Com diversas chances criadas, exigindo boas intervenções do arqueiro alviverde, a Pantegra Alvinegra fez o gol de empate aos 6 minutos, em cobrança de falta de João Pedro que, após desvio na barreira, tocou no travessão e entrou para o fundo da meta.

No entanto, logo após sofrer o empate, o Bugre teve uma reação rápida e, aos 8 minutos, depois de boa jogada de Wermeson na ponta direita, Caio recebeu e finalizou rasteiro de pé esquerdo, botando o Guarani novamente na frente na partida.

O segundo tempo continuou muito movimentado, com ambas equipes, dentro de suas propostas de jogo, criando diversas chances de gol. O Votuporanguense com um estilo propositivo, pressionando em busca da igualdade, inclusive acertando bola na trave, e o Guarani, mais defensivo, apostando nos contra-ataques.

O Bugre conseguiu segurar o ímpeto da equipe mandante até o minuto 39, quando, após a bola sobrar na área, Matheus Reis conseguiu dominar, girar e fuzilar de pé direito, empatando para a Pantera Alvinegra. Final de tempo regulamentar: Votuporanguense 2 x 2 Guarani. Com o resultado, o classificado seria definido por meio de uma disputa de penalidades.

+Guarani negocia a contratação do meio-campista Matheus Oliveira

DISPUTA DE PÊNALTIS

Por um placar de 5 a 3, a equipe de Votuporanga saiu vencedora das penalidades e, com isso, se classificou para a terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2022. Os cobradores do time mandante foram: Jair, Talerson, Matheus Reis, Victor Moura e Abraão Lincoln (que converteu a última cobrança).

No lado alviverde, entretanto, Gabriel Martins desperdiçou a terceira penalidade do Bugre e viu sua equipe ser desclassificada do torneio. Os cobradores do Guarani foram: Renanzinho, Wermeson, Gabriel Martins e Matheus Couto.

DESTAQUES DO GUARANI

Thiago Galice: o goleiro, que assumiu a titularidade na última partida, contra o Aquidauanense, fez um ótimo jogo nesta quarta-feira (10), tendo efetuado ótimas intervenções e defesas ao longo da partida. Apesar do susto inicial, no cruzamento que resultou em bola no travessão, o arqueiro teve um bom desempenho.

Wermeson: outro jogador que iniciou a Copinha como reserva, o ponta-direita foi, mais uma vez, um dos destaques da partida. Sempre incisivo, fez boas jogadas pelo seu setor, inclusive realizando a assistência para o segundo gol do Bugre, marcado por Caio.

Caio: autor do segundo gol, o camisa 10 do Guarani também se destacou na partida contra o Votuporanguense. Além do tento, o jogador realizou boas infiltrações e criou diversas jogadas ao longo do jogo. Caio se despede da Copinha como artilheiro da equipe, com 2 gols marcados.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top