Futebol

Guarani reencontra velhos conhecidos pela estreia da Série B e tenta evitar “lei do ex” contra o CSA

bugre
Michel Douglas jogou em 2019 pelo Guarani (FOTO: Letícia Martins/Guarani FC)
— Continua depois da publicidade —

Se tem uma coisa bastante temida no futebol é a “lei do ex”, que ocorre quando um jogador enfrenta seu ex-time e faz gol. O Guarani vai tentar evitar que ela aconteça neste sábado (08), pela estreia da Série B, contra o CSA, no Estádio Rei Pelé, em Alagoas, às 21h (de Brasília).

O Bugre vai reencontrar três velhos conhecidos que atualmente estão no clube alagoano: o zagueiro Willian Rocha, o meia Renatinho e o atacante Michel Douglas. O meio-campista tem sido o mais utilizado pelo técnico Eduardo Baptista, que conhece bem os campineiros, pois trabalhou na rival Ponte Preta.

Willian Rocha passou pelo Guarani entre 2017 e 2018. Esteve no elenco que disputou a Série A2 do Campeonato Paulista e a Série B do Brasileirão. Participou de 17 partidas e marcou dois gols, contra Santa Cruz e Boa Esporte pelo torneio nacional.

Renatinho não conseguiu emplacar uma passagem muito grande pelo Bugre. Emprestado pelo Mirassol, jogou apenas seis vezes, todas por aquela campanha histórica na Série C, que culminaria no acesso. O meia fez somente um gol, ainda na fase de classificação, contra o Ypiranga-RS.

No setor ofensivo, Michel Douglas é uma das esperanças do CSA para vencer o Guarani. O atacante teve papel importantíssimo na arrancada do ano passado, já sob comando de Thiago Carpini, para evitar um rebaixamento à terceira divisão nacional. Fez cinco gols em 24 jogos.

CONFIRA OS NÚMEROS DOS EX-JOGADORES DO GUARANI NESTA TEMPORADA

Willian Rocha: 2 jogos e nenhum gol
Renatinho: 12 jogos e 1 gol
Michel Douglas: 6 jogos e 2 gols

Após ser vice-campeão do Troféu do Interior, o Guarani agora “vira chave” para disputa da Série B. A equipe campineira vai lutar pelo acesso à elite nacional, disputada pela última vez em 2010.

Para saber tudo sobre o seu time siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo