Campeonato Brasileiro - Série B

Guarani se complica em luta pelo acesso à Série A após ser derrotado pelo Goiás; veja as notas

Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC

Guarani e Goiás se enfrentaram na última segunda-feira (22), no Estádio Brinco de Ouro, em partida válida pela 37ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Mesmo empurrado por mais de 16.500 torcedores, o Bugre não foi capaz de superar seu algoz goiano e se viu derrotado pelo placar de 2×0. Com o revés, a equipe de Daniel Paulista caiu para a sétima colocação, com 59 pontos.

PRIMEIRO TEMPO

Os primeiros 45 minutos se desenrolaram de forma frenética, com ambas as equipes demonstrando sua vontade de adquirir os três pontos desde o apito inicial. Logo aos 5′, Pablo foi capaz de completar um cruzamento com um chute ao gol, mas viu a bola se direcionar pela linha de fundo. O Goiás, não se deixando assustar pelo avanço dos donos da casa, rapidamente deu o troco, mas de forma mais devastadora; aos 7′, Elvis disparou a bola em direção à meta bugrina e, contando com um desvio, surpreendeu Rafael Martins para inaugurar o placar.

Indisposto a permitir que seu adversário controlasse a partida diante da vantagem adquirida, o Bugre demonstrou força ao criar diversas finalizações perigosas. Através de Pablo, Lucão do Break e Régis, o clube campineiro por pouco não igualou o placar, mas o setor ofensivo se deparou com o herói esmeraldino da noite, Tadeu, que executou defesas importantes para garantir a manutenção da vantagem goiana. Contrariando as expectativas dos espectadores, quem foi capaz de capitalizar diante do bom momento bugrino foi o Goiás, que ampliou o placar em sua segunda finalização da etapa, a partir de uma cabeçada de Artur, aos 28 minutos.

Nome do ataque bugrino até então, Pablo ainda foi capaz de exigir de Tadeu mais uma defesa nos minutos finais da etapa, obrigando os donos da casa a se encaminharem ao vestiário com o placar ainda inalterado, apesar dos inúmeros esforços ofensivos.

SEGUNDO TEMPO

Inconformado diante do número de chances criadas porém não convertidas, o Bugre se prontificou a, novamente, tomar a iniciativa assim que ouviu o apito do árbitro. Logo no primeiro minuto, Índio desviou um cruzamento de cabeça, mas só pôde observar a bola passando rente à trave de Tadeu. Diante de mais uma ótima chance perdida, o clube campineiro pareceu arrefecer e, finalmente, se entregar à frustração, clima que, mesmo perante as alterações efetuadas por Daniel Paulista, não foi deixado de lado. Com ambas as equipes adotando um estilo de jogo cauteloso, a segunda finalização perigosa da etapa só veio aos 27′, quando Rafael Martins interceptou um chute de Dadá Belmonte com a ponta dos dedos.

Superando o desânimo momentaneamente, o Guarani criou mais uma boa chance aos 34 minutos, quando Lucão conectou uma cabeçada firme, porém mais uma vez os esforços bugrinos foram parados pelo goleiro Tadeu. Um pouco mais inflamada, a parte final da etapa foi palco de uma confusão entre os jogadores, que resultou na expulsão de Nicolas (já substituído); não se deixando abalar, o Goiás ainda anotou a última boa chance da partida, porém parou nas mãos de Rafael Martins, que impediu a ampliação da vantagem.

Para saber de tudo do GUARANI, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

NOTAS

Rafael Martins: 7

Ludke: 6

Ronaldo Alves: 7

Thales: 6

Bidu: 6,5

Bruno Silva: 7

Índio: 6,5

Régis: 7,5

Júlio César: 7

Pablo: 7,5

Lucão: 7

SUBSTITUIÇÕES

Andrigo: 6,5

Renan: 6,5

Allan Victor: 6

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top