Futebol Internacional

Gundogan, meia do Manchester City, testa positivo para coronavírus

Instagram / Ilkay Gundogan

O Manchester City confirmou nesta segunda-feira (21) que Ilkay Gundogan foi diagnosticado com COVID-19 e não enfrentará o Wolverhampton.

Na última rodada de testagem, Gundogan acabou testando positivo para coronavírus e terá que ser afastado por 10 dias, segundo protocolo da Premier League e do governo local.

Além de perder a estreia do Manchester City na Premier League, Gundogan também perderá os jogos contra o Bournemouth (Copa da Liga Inglesa) e o Leicester no próximo domingo (27).

Com 29 anos, o meia ocupa posição titular com frequência na escalação de Pep Guardiola. Na última temporada participou de 49 jogos.

Na atual temporada, Gundogan estreou jogando na primeira rodada da Nations League nos empates contra Espanha e Suíça, marcando um gol em dois jogos.

Por fim, o Manchester City enviou uma nota oficial sem maiores detalhes, afirmando que todos do clube estão torcendo pela pronta recuperação de Gundogan.

Este foi o terceiro jogador dos Citzens à testar positivo para coronavírus. Riyad Mahrez e Aymeric Laporte foram os outros jogadores que já tiveram Covid-19, mas se recuperaram rapidamente.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top