Copa América

Gustavo Alfaro critica gol adversário em derrota do Equador na Copa América: ‘A Colômbia aproveitou uma bola parada que nasce, na minha opinião, de uma falta que não é falta’

Gustavo Alfaro
Foto: Reprodução/ Twitter La Tri

A Seleção equatoriana perdeu, neste domingo (13), para a Colômbia por 1 a 0, na estreia da Copa América, sediada no Brasil. Apesar da goleada do time comandado por Gustavo Alfaro no último encontro entre as Seleções – 6 a 1 a favor do Equador-, a história foi diferente desta vez e a equipe “La Tri” encontrou dificuldades. Sobre o jogo, Alfaro teceu críticas ao lance do gol e analisou o jogo.

– Essas derrotas são dolorosas, mas fazem parte de uma lição, de um amadurecimento que se deve ter. Infelizmente o jogo acaba levando a isso, em uma derrota na Copa América onde é importante somar. Acho que o Equador não mereceu ser derrotado hoje, além do fato de que o futebol se ganha com gols e não com méritos. A Colômbia aproveitou uma bola parada que nasce, na minha opinião, de uma falta que não é falta. Controlamos a primeira parte, mas precisávamos somar os laterais ao ataque para ter mais gravitação. Na segunda parte encolhemos, insistimos e procuramos muitas chegadas.

+ ‘Sempre dissemos que ninguém é mais do que toda a equipe’, afirma Cuadrado após a vitória sobre o Equador na estreia da Copa América

+ Reinaldo Rueda exalta criatividade do grupo na estreia da Copa América: ‘Essa fantasia de jogadores talentosos fez a diferença’

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

Apesar da derrota, o técnico do Equador conseguiu destacar aspectos positivos do encontro em relação à sua equipe e disse sua opinião sobre a construção da jogada que deu origem ao gol colombiano.

– Defensivamente a equipe jogou muito bem. Foi uma distração com barreira frontal. O Cardona pode fazer jogadas desse tipo, com quatro na barreira, ou também finalizar com o gol. Devíamos ter nos alongado em qualquer uma das situações, devíamos estar atentos à segunda jogada, mas com um toque curto pensamos que um tiro viria. Em uma distração de bola parada, em uma jogada daquelas que só o Cardona consegue levantar. Não pudemos rebater e eles aproveitaram para fazer o gol. Pode ser uma virtude da Colômbia ou uma distração nossa, mas foi uma jogada que deviniu. Hoje houve mais virtudes do que defeitos, a concentração foi mantida e apesar de jogar na quadra colombiana, não sofremos jogadas de grande risco – completou Alfaro.

O Equador descansa na rodada, enquanto os outros times jogam no meio da semana a Seleção só tem o próximo confronto contra a Venezuela no domingo (20). A partida será realizada no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, às 18h.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top