Coritiba

Gustavo Morínigo se torna o comandante mais longevo do Coritiba desde 2013

gustavo morínigo CORITIBA
Divulgação/Coritiba

O treinador Gustavo Morínigo bateu um recorde nesta temporada com o Coritiba. O técnico Paraguaio alcançou a marca de 50 jogos a frente do Coxa, e se tornou o comandante mais longevo desde 2013.

Morínigo tem 23 vitórias, 12 empates e 15 derrotas, o que lhe dá 54% de aproveitamento no comando do Coritiba. A marca foi alcançada na vitória por 3 a 0, em casa, diante do Sampaio Correia, na terça-feira (19), pela 31ª rodada da Série B do Brasileiro.

Na disputa pelo prêmio de mais longevo da década, Morínigo fica atrás apenas de Marquinhos Santos, que chegou a 70 partidas entre 2012 e 2013, o recordista desse período. O atual treinador do Coritiba superou outra marca do próprio Marquinhos Santos, que ficou 49 jogos no comando do clube entre 2014 e 2015. 

Para saber tudo sobre o Coritiba, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

O primeiro jogo do Morínigo foi contra o Vasco, só que em seguida o treinador foi diagnosticado com Covid-19 e desfalcou o time nos duelos com o Fluminense e o São Paulo, pelo Brasileirão 2020. Contratado em janeiro de 2021, o paraguaio ficou, ao toda, fora de seis jogos. Inclusive, a estreia dele seria em um clássico com o Athletico, mas o treinador não teve o nome publicado no BID da CBF dentro do prazo. 

O acesso à Série A pode sacramentar o auge de Morínigo no Coritiba. Seria a primeira conquista após o rebaixamento para a Série B (que já era praticamente inevitável), no início do ano, e as eliminações na primeira fase do Paranaense e na terceira fase da Copa do Brasil.

Com Morínigo no comando, o Coxa lidera a Série B com 57 pontos em 31 jogos. São 16 vitorias, 9 empates e 6 derrotas, com 61% de aproveitamento. O time precisa de apenas mais 7 pontos para alcançar o número mágico do acesso: 64 pontos.

O próximo jogo do Coritiba será contra o CRB, na terça-feira (26), às 19h, no Rei Pelé, pela 32ª rodada da Série B. Faltam sete partidas para o fim da competição.

Longevidade dos últimos técnicos do Coritiba:

  • Marquinhos Santos (2012/13) – 70 jogos
  • Péricles Chamusca (2013) – 11 jogos
  • Dado Cavalcanti (2014) – 11 jogos
  • Celso Roth (2014) – 21 jogos
  • Marquinhos Santos (2014/15) – 49 jogos
  • Ney Franco (2015) – 30 jogos
  • Pachequinho (2015) – 5 jogos
  • Gilson Kleina (2016) – 28 jogos
  • Pachequinho (2016) – 10 jogos
  • Paulo César Carpegiani (2016/17) – 32 jogos
  • Pachequinho (2017) – 28 jogos
  • Marcelo Oliveira (2017) – 22 jogos
  • Sandro Forner (2018) – 20 jogos
  • Eduardo Baptista (2018) – 18 jogos
  • Tcheco (2018) – 7 jogos
  • Argel Fucks (2018/19) – 18 jogos
  • Umberto Louzer (2019) – 30 jogos
  • Jorginho (2019) – 15 jogos
  • Eduardo Barroca (2020) – 22 jogos
  • Jorginho (2020) – 13 jogos
  • Rodrigo Santana (2020) – 6 jogos
  • Gustavo Morínigo (2020/21) – 50 jogos (55 no período completo)
Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top