Campeonato Paulista

Há três anos, Corinthians conquistava 29º título do Paulistão em pleno Allianz Parque

Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Há exatos três anos, o Corinthians conquistava um de seus títulos mais importantes dos últimos anos. No dia 8 de abril de 2018, o Timão venceu o Palmeiras na disputa de pênaltis e levantou a taça do Campeonato Paulista em pleno Allianz Parque, casa do rival.

Primeiro colocado do Grupo A, o Alvinegro chegou à decisão do estadual após passar por Red Bull Bragantino (até então apenas Bragantino) e São Paulo nas quartas e semifinais, respectivamente. A classificação contra o Tricolor, inclusive, veio com grande dose de emoção: gol de Rodriguinho nos acréscimos e vitória nas penalidades.

O jogo de ida da final terminou com vantagem alviverde. No dia 31 de março, o Palmeiras visitou o Corinthians na Neo Química Arena e triunfou pelo placar de 1 a 0. O colombiano Miguel Borja marcou o gol palestrino, logo no início da partida.

Rodriguinho, que já havia marcado na semi, voltou a fazer gol na final (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)

Precisando vencer, a equipe comandada pelo técnico Fabio Carille começou o Derby decisivo, no Allianz, pressionando os adversários. E a estratégia deu resultado, já que Rodriguinho aproveitou cruzamento de Mateus Vital e mandou para dentro, deixando tudo igual no agregado.

Aos 26 minutos do segundo tempo, aconteceu a grande polêmica que marcou a final. O árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza assinalou pênalti para o Verdão após dividida entre Ralf e Dudu dentro da área, causando uma confusão no gramado.

Após diversas conversas com os demais integrantes do quadro de arbitragem, a marcação foi cancelada. O episódio todo gerou cerca de sete minutos de paralisação no confronto.

Volante Maycon bateu o pênalti decisivo (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)

A mudança de opinião do árbitro foi motivo de muita reclamação por parte dos palmeirenses. Depois do jogo, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, chamou o torneio de “Paulistinha” ao acusar interferência externa. Vale lembrar que a tecnologia do VAR ainda não havia sido implementada na competição.

Com a penalidade não marcada, o 1 a 0 persistiu até o fim do tempo regulamentar e levou a decisão para a disputa de pênaltis. Nas cobranças, Dudu e Lucas Lima desperdiçaram para o Verdão, enquanto apenas Fagner errou pelo lado do Timão.

Desse modo, o Corinthians garantiu a vitória e o título estadual, o segundo do recente tricampeonato consecutivo e o 29º da história alvinegra. O clube do Parque São Jorge já havia conquistado o torneio no ano anterior, contra a Ponte Preta. Em 2019, a vítima na final foi o São Paulo.

Para saber tudo sobre o Corinthians, siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitter Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top