Automobilismo

Haas anuncia Kevin Magnussen como parceiro de Schumacher em 2022

A Haas oficializou o retorno de Kevin Magnussen para a equipe na Fórmula 1 após vários rumores de pilotos que assumiriam a vaga de Nikita Mazepin.

Foto: Divulgação / Kevin Magnussen

Acabou o drama! A Haas finalmente anunciou nesta quarta-feira, 9, o substituto de Nikita Mazepin para a vaga de titular na equipe americana na temporada de 2022. O dinamarquês Kevin Magnussen, de 29 anos, foi o escolhido para competir ao lado de Mick Schumacher no VF-22, com um contrato de “múltiplos anos”.

(Divulgação / Haas F1 Team)
Magnussen retorna à Fórmula 1 após um ano fora da categoria (Divulgação / Haas F1 Team)

Magnussen fará seu retorno à Fórmula 1 e também à Haas, já que foi piloto do time americano entre 2017 e 2020, quando era parceiro de Romain Grosjean. No último ano, correu na IMSA, campeonato de resistência americano, participando de 10 das 12 etapas do calendário, conquistando uma vitória e outros quatro pódios.

Na Fórmula 1, o dinamarquês participou de sete temporadas, estreando na McLaren em 2014 e conquistando um segundo lugar na sua primeira corrida na categoria, e que viria a ser o seu único da carreira. Entre os sete anos de carreira na F1, apenas 2015 não correu como titular, quando foi substituído por Fernando Alonso. Compilando suas 119 largadas na categoria, sua melhor temporada foi com a Haas, em 2018, quando foi nono colocado no Campeonato de Pilotos.

Com a escolha definida, o chefe de equipe da Haas, Günther Steiner, comentou a decisão do time, e defendeu que foi algo bem “direto”:

— Estou encantado em receber Kevin Magnussen de volta na Haas F1 Team. Quando se procura um piloto que pode trazer valor ao time, sem mencionar uma riqueza de experiência na Fórmula 1, Kevin foi uma decisão direta para nós. A disponibilidade imediata do Kevin significa que podemos colocá-lo como um recurso nos testes de pré-temporada junto com Mick Schumacher e Pietro Fittipaldi. Pietro será o primeiro na semana com metade da quinta-feira – uma grande oportunidade para ele, com Mick e Kevin fazendo o resto antes do GP do Bahrein.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook
+ Haas confirma rescisão de contrato de Mazepin e patrocinador

Em meio às várias opções que pipocaram para a vaga de Mazepin na Haas, Magnussen acabou sendo um dos últimos nomes a realmente aparecer como opção, e o fato de ser o escolhido foi uma surpresa para o dinamarquês:

— Eu fiquei obviamente muito surpreso mas igualmente ansioso recebendo a ligação da Haas F1 Team. Eu estava projetando uma direção diferente pensando nos meus compromissos para 2022, mas a oportunidade de retornar e competir na Fórmula 1, e com um time que eu conheço muito bem, foi simplesmente muito atraente. Tenho que agradecer tanto a Peugeot e a Chip Ganassi Racing por me liberarem tão prontamente – ambas são grandes organizações.

(Divulgação / Kevin Magnussen)
Kevin Magnussen fez sua melhor campanha em 2018, melhor ano também da Haas na F1 (Divulgação / Kevin Magnussen)

Kevin Magnussen portanto sairá do Mundial de Resistência da FIA (FIA WEC), no qual iria competir com a Peugeot, e da IMSA, onde chegou a fazer uma corrida neste ano com a Chip Ganassi Racing, para pilotar novamente a Haas. O dinamarquês “superou” alguns concorrentes na disputa pela vaga, com nomes como o brasileiro Pietro Fittipaldi, que continua como reserva para 2022, Antonio Giovinazzi, Óscar Piastri, entre tantos outros cotados para dirigir o VF-22.

A pré-temporada da Fórmula 1 no Bahrein começa na quinta-feira, 10, a partir das 04h, horário de Brasília, e vai até o sábado, com os testes encerrando às 13h. O primeiro fim de semana oficial de 2022 se inicia no dia 18, sexta-feira, com a primeira sessão de treino-livre às 9h.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top