Automobilismo

Hamilton se defende após acidente com Verstappen e lembra que tirou o pé na largada para não bater

Foto: Reprodução/Twitter @F1

O grande prêmio de Monza foi vencido por Daniel Riciardo, com Lando Norris logo atrás, fazendo uma dobradinha para a McLaren. Porém, o assunto na Itália foi o acidente entre Lewis Hamilton e Max Verstappen, onde os dois líderes do campeonato acabaram deixando a prova. O heptacampeão mundial deu sua versão para a colisão e para se defender, lembrou que na largada ele também dividiu a curva com o rival e tirou o pé.

– Eu estava correndo para a vitória. A gente não teve uma parada boa. Tentei me aproximar rapidamente na curva um, mais ou menos como foi na primeira volta na curva quatro. De repente eu dei espaço e vi o carro em cima de mim. No começo da corrida, quando acabou a pista pra mim, eu decidi ir reto. Ele deveria ter feito o mesmo – explicou o piloto em entrevista a repórter Mariana Becker, da TV Bandeirantes.

O acidente foi assustador, pois uma das rodas do carro de Max Verstappen passou por cima da cabeça de Lewis Hamilton e a colisão não teve consequências mais graves por conta do halo, que protege o cockpit. O britânico revelou que sentiu o pneu tocando em si, mas garantiu estar bem.

– Chegou a pegar um pouco na minha cabeça, na minha coluna. De fato, o carro dele encostou em mim, mas estou bem. Eu estava exatamente na mesma posição da largada, mas cedi, e isso é corrida. Ele não fez isso. Ele não queria ceder hoje. Vamos falar com os administradores e ver. Mas eu realmente não sei mais o que dizer – finalizou.

A próxima corrida será o GP da Rússia, na cidade de Sochi, que vai acontecer daqui a duas semanas, no dia 26 de setembro.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top