Atlético-MG

Hulk fala de conflito ‘importante’ com Cuca, Mineirão e que ‘sonha diariamente’ com o bi Brasileiro para o Atlético-MG

Foto: Pedro Souza / Atlético

O atacante Hulk é o grande destaque do Atlético-MG na temporada. Líder do Brasileiro, semifinalista de Libertadores e Copa do Brasil, o Galo faz grande temporada e o atacante é um dos grandes responsáveis por isso. O camisa 7 falou um pouco da sua ainda breve mas já marcante passagem pelo alvinegro.

– O Rodrigo Caetano foi muito importante (pra adaptação ao futebol brasileiro), sempre me aconselhando. O Cuca também, teve aquele desentendimento no começo e que foi muito importante pra um conhecer o outro, hoje a gente tem uma relação maravilhosa – disse Hulk ao Bem, Amigos, do SporTV

+ Hulk tem números impressionantes quando participa de gols pelo Atlético-MG

+ Com confronto direto contra o Flamengo e semifinal de Copa do Brasil, Atlético-MG terá sete jogos em 22 dias; confira

Hulk também falou da sua forma física, como gosta de mantê-la e como trabalha para isso. Segundo o jogador, até em dia de jogo ele costuma treinar:

Não consigo ficar dois dias sem trabalhar. Se eu jogar domingo, descanso no máximo segunda e terça descansar trabalhando. Às vezes a gente vai jogar 21h e se apresenta no clube às 11h, ai eu corro uns 3km na esteira pra ativar meu corpo.

Por falar em parte física e jogo, o atacante saiu de campo na última partida do Galo e colocou gelo na coxa, preocupando o torcedor. No entanto, ele tranquilizou com relação a isso: “Deixar vocês despreocupados, não tem lesão nem nada, estou bem. Já me preparando e focado para os próximos jogos”.

Líder de gols e assistências na temporada e também no Brasileirão, Hulk falou da vontade e do sonho dele de conquistar o Brasileiro com o Atlético, título que o clube não conquista há 50 anos e sempre pesa:

– É uma coisa que a gente vem sonhando diariamente. Cinco décadas é muito tempo pra um time como o Atlético ficar sem ganhar, e a gente sabe que a podemos realizar o sonho de muita gente. Se pra mim já tá sendo especial, imagina pra esses atleticanos que já tem 50 anos que não comemoram o Brasileiro.

+ Cuca exalta energia da torcida e comenta polêmica do calendário: ‘A gente também está com grandes baixas’

+ Galo encerra primeira fase do Brasileiro sub-20 com goleada e liderança

O atacante ainda encerrou falando de como é jogar no Mineirão, estádio onde ele atuou na pior goleada que o Brasil sofreu na história, o 7 a 1 contra a Alemanha na Copa do Mundo de 2014:

O estádio que eu estou sendo mais feliz na minha vida, foi onde eu vivi um dos piores momentos, quando tomei 7 a 1 pelo Brasil. Hoje, entro ali na maior felicidade pra jogar, sou muito feliz no Mineirão.

Hulk se prepara para entrar em campo nesta quarta (13), contra o Santos, mais uma vez no Mineirão, onde ele inclusive já é o maior artilheiro do Atlético por lá após a reforma.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top