Vasco

Ídolo do Vasco, Roberto Dinamite revela descoberta de tumores e vai começar tratamento com quimioterapia

Foto: Reprodução/Vasco TV

O maior ídolo da história do Vasco, Roberto Dinamite, revelou, neste domingo, a descoberta de tumores em exames realizados no período em que esteve internado por conta de uma obstrução no intestino no fim de 2021. O ex-jogador está em casa, se recuperando do problema no intestino, e, nesta semana, vai começar o tratamento com quimioterapia.

– Estou em casa, junto à minha família e me recuperando super bem. Mas, infelizmente, ainda não foi o apito final. Nos exames realizados descobrimos alguns tumores. Notícia dura, mas eu só tenho uma opção: Levantar a cabeça e enfrentar essa batalha. Essa semana iniciarei meu tratamento de quimioterapia buscando uma pronta recuperação para retornar o quanto antes às minhas atividades – revelou Dinamite em um post no “Instagram”.

O ídolo cruz-maltino, de 67 anos, foi internado no dia 23 de dezembro e precisou passar por uma cirurgia de emergência pela obstrução em parte do intestino. Dinamite só recebeu alta no dia 31 de dezembro.

+ Brant e Salgado se reúnem por soluções financeiras para o Vasco; presidente banca Adriano Mendes

+ Vasco estaria interessado em dois jogadores do Atlético-GO

Roberto Dinamite aproveitou para agradecer as mensagens que tem recebido e também a equipe médica que tem o atendido.

– Gostaria de agradecer as inúmeras mensagens e telefonemas de amigos e familiares nesse momento. Todo esse carinho é importante para dar suporte na recuperação e para motivar durante o tratamento. Um abraço especial ao Dr. Paulo Reis e sua equipe, juntamente ao Hospital Rio Mar pelo profissionalismo e cuidados que tiveram não só comigo, mas com toda minha família – afirmou Dinamite.

Siga o perfil do Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Em uma mensagem no Twitter, o Vasco mostrou apoio do maior ídolo da história do clube:

– Estarmos juntos sempre, você vai vencer mais essa batalha – publicou o clube.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top