Exclusivo

Inspiração em Valentina, venda de trufas e Dana White de olho: Julia Polastri encaminha sonho de chegar ao UFC

Julia Polastri
Foto: Marcell Fagundes/Shooto Brasil

Lutar para muitas pessoas e estar nos maiores campeonatos são alguns dos sonhos de vários lutadores ao redor do mundo. No Brasil não é diferente, e Julia Polastri sabe a dificuldade em alcançar o patamar necessário. Mesmo assim, a brasileira tem um início de carreira promissor e que pode colher frutos maiores em breve. O Esporte News Mundo conversou exclusivamente com a lutadora

Aos 23 anos, Julia soma 10 lutas como profissional com 80% de vitórias. Apesar de ter iniciado a carreira mais tarde, a carioca de Duque de Caxias conseguiu evoluir no MMA e aprimorou as técnicas para ir em busca do sonho. Com o recente título no Shooto Brasil, a brasileira tem atraído os olhares de Dana White e foi relacionada para participar do Contender Series, em setembro. A presença diante do chefão do Ultimate não é uma surpresa para a lutadora que imaginava um dia estar no evento.

— É incrível poder participar desse evento! Eu cheguei a imaginar que isso poderia acontecer em algum momento e quando eu recebi a ligação confirmando, foi maravilhoso receber a notícia – afirmou Julia.

Estar próximo de Dana White deixa Julia a um passo do UFC. O sonho da carreira é um dos impulsos da lutadora para seguir trilhando o caminho rumo ao Ultimate. A frase “Futura UFC” estampa as redes sociais da carioca, sempre afirmando a meta, e gera até comentários sobre ser a primeira na fila para entrar na organização.

— Entre mim e o Douglas (namorado de Julia) tem quase todo dia, mas, sim. Sempre rolaram conversas sobre o assunto e, inclusive, muitas pessoas começaram a dizer que a próxima da fila pra entrar no Ultimate sou eu – disse.

Enquanto não realiza o sonho, Julia Polastri enfrenta um caminho difícil e que passa por percalços. Para complementar a renda mensal, a lutadora vende trufas nos trens do Rio de Janeiro e sentiu os efeitos da pandemia de coronavírus com a queda da comercialização, mas mantém a esperança de que isso irá passar.

— Olha, eu sou uma dessas atletas e realmente tem sido bem complicado conseguir se manter com isso tudo. Eu vendo trufa nos trens pra suprir minhas necessidades e teve uma queda grande das vendas por conta da economia, tá complicado. Mas sempre dá pra dar um jeito – completou.

Uma das inspirações para a carreira de Julia Polastri é a quirguistanesa Valentina Schevchenko. Atual peso-mosca do UFC, a lutadora tem entregue boas exibições com um estilo agressivo e que tem dominado as adversárias. Com um cartel de 21 vitórias e 3 derrotas, Valentina virou um dos grandes nomes da geração com uma presença importante no octógono. Outro nome citado pela brasileira é a compatriota Amanda Nunes, campeã peso-galo e peso-pena do Ultimate.

— Eu tenho a Valentina, que é campeã do peso Mosca do Ultimate e acho ela incrível, todo o jogo e o domínio são bem bacanas de ver. Também sou fã da Amanda e de tudo que ela conquistou, isso me inspira demais a continuar lutando pra alcançar meus objetivos!

Confira outras respostas de Julia Polastri

Título no Shooto

— Foi outro momento realmente incrível que eu vivi! No começo, era um sonho lutar no Shooto, e hoje ser campeã, é muito gratificante! Dá uma sensação de trabalho sendo bem feito, de evolução no caminho certo!

Um ano parada

— Na verdade eu não parei. Como a academia fica na minha casa e eu moro junto com o Douglas, nós mantivemos nossos treinos e demos uma improvisada na parte de musculação com alguns aparelhos. Então, confesso que não fiquei parada em momento algum. Senti essa “parada” mais na parte de eventos e oportunidade, que acabaram tendo uma influência bem negativa com isso tudo.

Próximos planos

— Não penso muito sobre isso agora. No momento, meu foco total é entrar no Ultimate e começar minha caminhada lá dentro atrás do cinturão. Quem sabe, depois de concluir meu objetivo, eu pense sobre algumas mudanças.

Mulheres no UFC

— Acho maravilhoso nós termos uma mulher que é dona de dois cinturões e demonstra um domínio tão incrível como a Amanda! É, sem dúvidas, um passo muito grande pro MMA feminino brasileiro e eu acredito que dominando as outras categorias, nosso espaço vai crescer demais!

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top