Internacional

Internacional é o time com mais expulsões no Campeonato Brasileiro

Alexandre Schneider/Getty Images

No último domingo (17), o Internacional foi ao Allianz Arena para enfrentar o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro. O colorado até fazia uma boa partida, mas tudo mudou no começo do segundo tempo. Após pênalti cometido por Cuesta, o volante Edenilson foi para cima do juiz e acabou expulso por reclamação.

A expulsão de Edenilson, contra o Palmeiras por reclamação, aumenta a vantagem do Internacional em uma estatística inglória. Com esse cartão vermelho, o Colorado chegou a oito expulsões no Campeonato Brasileiro. Graças a esse número, o time gaúcho se isola como o time mais indisciplinado da competição, três a mais que Palmeiras e Cuiabá.

Essa indisciplina no Campeonato Brasileiro é, inclusive, um fator que vem desde as rodadas iniciais. Depois do 14° jogo, o Internacional já era a equipe mais envolvida em lances de cartão no Brasileirão. E agora, contra o Palmeiras, esse problema volta a se repetir.

Na própria entrevista coletiva, após o jogo, o técnico Diego Aguirre chegou a ser perguntado sobre o excesso de expulsões do Internacional. O uruguaio, todavia, evitou falar sobre as que aconteceram antes da chegada dele ao Colorado.

– Posso falar apenas das que estive aqui. Me lembro apenas de duas expulsões que nós tivemos. Uma de Renzo (Saravia) e mais uma que não me recordo. Acho normal em 20, 22 jogos, ter dois ou três expulsos. Cartões vermelhos fazem parte. Mas nós temos, obviamente, que melhorar isso para não terem expulsões desnecessárias – analisou o técnico do Internacional sobre o excesso de cartões vermelhos.

Para saber tudo sobre o Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Os problemas de cartão vermelho do Internacional se iniciaram já na segunda rodada, quando Pedro Henrique foi retirado da partida por entrada violenta diante do Fortaleza. Além disso, na mesma partida, o goleiro Vitor Hugo foi para o vestiário mais cedo direto do banco de reservas. Uma rodada depois, contra o Bahia, nova expulsão, desta vez de Lucas Ribeiro.

A tônica de um goleiro reserva ser expulso veio a se repetir dois jogos depois. Na vitória sobre a Chapecoense, Danilo Fernandes se envolveu em confusão e levou o vermelho. Além dele, Caio Vidal também foi para o vestiário mais cedo, por acumulo de amarelos. Depois disso, o Colorado teve uma sequência de autocontrole emocional, só voltando a ter um expulso na 14ª rodada, quando Moisés foi retirado do gramado por reclamação.

Desde estão, os cartões vermelhos do Internacional foram por fatores emocionais. Contra o Fortaleza, pelo segundo turno, Saravia se envolveu em confusão desnecessária com David e foi expulso direto. E agora, contra o Palmeiras, Edenilson falou algo para o juiz, que ainda não foi revelado pela súmula, e foi para o vestiário mais cedo.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top