Conmebol Sul-Americana

Internacional vence, assume liderança do grupo e elimina o Independiente Medellín da Sul-Americana

Ricardo Duarte/Internacional

Internacional e Independiente Medellín se enfrentaram na noite desta terça-feira (17). O duelo foi válido pela quinta rodada da fase de grupos da Copa Conmebol Sul-Americana. Precisando da vitória, para assumir a liderança, o Colorado se impôs e levou a melhor por 2 a 0. Edenilson foi o herói da noite e marcou ambos os gols.

Graças a essa vitória, o Internacional assumiu a liderança do Grupo E da Copa Conmebol Sul-Americana. O Colorado só perderá a dianteira caso, fora de casa, o Guaireña vença por 2, ou mais, gols o 9 de Octubre. Os equatorianos, inclusive, são os adversários gaúchos na rodada final, em que se buscará sacramentar a classificação, no Beira-Rio, na terça-feira (24). Antes, todavia, o Inter visita o Cuiabá, no sábado (21), pelo Campeonato Brasileiro.

O Independiente Medellín, por sua vez, está eliminado da Copa Conmebol Sul-Americana por conta desta derrota para o Internacional. Na rodada final, os colombianos recebem o Guaireña. O foco, agora, é no campeonato nacional, em que se encontram na quarta colocação.

Para saber tudo sobre a Copa Conmebol Sul-Americana, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Primeiro tempo de pressão do Internacional

Precisando da vitória, e podendo eliminar o Independiente Medellín, o Internacional foi para cima desde o começo. Com bastante intensidade, principalmente com Wanderson e Edenilson, o Colorado envolveu e controlou as ações. Tanto é que, logo aos 18 minutos, o camisa 8 abriu o placar após cruzamento de David, em boa jogada coletiva. A partir de então, o time gaúcho seguiu no comando das ações e só correu riscos em um lance, em que Pons, livre na entrada da área, chutou fraco nas mãos de Daniel.

Segundo tempo de controle

A frente do placar, e sentindo a parte física, o Internacional baixou as linhas e passou a controlar o frágil time colombiano. Tanto é que, logo aos 11 minutos, em bom contra-ataque, Edenilson, de novo ele, voltou a balançar as redes, com lindo chute de esquerda no ângulo. A partir de então, o jogo se equilibrou, com o Independiente Medellín tentando uma pressão, para evitar a eliminação, e o Colorado arriscando em contra-ataques.

Já aos 39, o Internacional só não ampliou graças a duas belas defesas do goleiro Marmolejo. Primeiro, Estevão chegou chutando com força e categoria, e o arqueiro salvou de mão trocada. No rebote, Bruno Méndez ainda cabeceou, e o adversário teve agilidade para levantar e salvar mais uma vez. Daniel, por sua vez, só foi exigido em um lance, em que fechou o ângulo de Pons. Placar final de boa vitória, por 2 a 0, do Internaciona.

COMEMORAÇÃO SIMBÓLICA

Além do gol no primeiro tempo, o que se passou depois para Edenilson foi histórico no Beira-Rio. Na partida contra o Corinthians, foi alvo de suposta injúria racial cometida por Rafael Ramos e, na comemoração do gol, fez uma espécie de desabafo. Ao lado de Bustos e Maurício, tirou a camisa, levantou o braço e cerrou a mão, em um sinal marcante da luta antirracista. Depois, por motivos protocolares, acabou amarelado, mas nada que diminuísse a importância do ato. No segundo tempo, ainda marcou mais um em ótima atuação.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top