Futebol Internacional

Investigadores indicam que médico falsificou assinatura de Maradona para obter histórico clínico

Foto: Reprodução/Gimnasia y Esgrima

Após análise caligráfica pericial, a Procuradoria Argentina confirmou que o médico de Maradona, Leopoldo Luque, falsificou assinaturas do ex-jogador para obter seu histórico clínico. Na Argentina os históricos só podem ser obtidos pela própria pessoa ou mediante autorização do paciente.

O documento analisado, foi emitido no dia 01 de setembro de 2020 e tinha como destino a clínica Olivos, onde Maradona fazia os procedimentos clínicos. Foi nessa clínica inclusive que o eterno camisa 10 fez a cirurgia para a retirada de um coágulo no cérebro em outubro passado.

Os investigadores encontraram folhas de rascunho semelhantes à assinatura de Maradona na casa de Leopoldo Luque. Após a análise, os promotores constataram que houve fraude por parte do médico.

Maradona morreu em 25 de novembro, após um edema pulmonar e insuficiência cardíaca crônica exacerbada. As investigações seguem três caminhos: Se houve negligência médica, quem foi o responsável por essa possível negligência e se a morte de Don Diego poderia ter sido evitada.

Para saber tudo sobre o Futebol Internacional, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top