Corinthians

Do início promissor no Palmeiras ao fracasso em Portugal, João Pedro busca afirmação e pode ter “chance de ouro” no Corinthians

João Pedro pode ser o novo reforço do Corinthians
Foto: Twitter / Porto FC

Uma notícia surpreendeu os torcedores do Corinthians nesta quarta-feira (25). Esperando por Roger Guedes e sonhando com Willian, a diretoria alvinegra furou a fila nas negociações para acertar com o lateral-direito João Pedro, que chegará emprestado pelo Porto-POR. Aos 24 anos, o defensor ainda não se firmou no profissional e tem uma chance de ouro no Parque São Jorge.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Não há nada confirmado oficialmente até o momento, mas de acordo com o portal Yahoo! Esportes, o jogador visitou o CT Dr. Joaquim Grava nesta quarta para acertar os últimos detalhes do contrato. O clube português emprestaria o atleta ao Corinthians por uma temporada, arcando com parte do salário.

Cabe ressaltar que João Pedro possivelmente chegaria para ser reserva imediato de Fagner, dono da posição há vários anos. O clube ainda conta com outros jovens para concorrer à vaga: Matheus Alexandre (profissional), Igor Formiga (sub-23) e Daniel Marcos (sub-20).

Início no rival

Apesar da pouca idade, o lateral já tem uma bagagem considerável no futebol profissional. Foi revelado com apenas 17 anos pelo Palmeiras, lançado ao time principal, em 2014, por Dorival Júnior. Se tornou titular absoluto do Verdão na segunda metade daquele Brasileirão, sendo peça importante na fuga do rebaixamento.

No ano seguinte, com a chegada da Crefisa, o jovem perdeu espaço para o veterano Lucas Marques, recém-contratado do Botafogo. Terminou a temporada 2015 com poucas apresentações, mas teve como ponto ápice da carreira, até então, a titularidade na decisão da Copa do Brasil, contra o Santos, no Allianz Parque. O Palmeiras se tornou bicampeão do torneio.

Em 2016, se manteve no banco de Lucas Marques no primeiro semestre. O Verdão negociou o então titular com o Cruzeiro em maio, mas para a infelicidade do jovem, o clube contratou Tchê Tchê, que havia feito um excelente Paulistão pelo Audax. Ele roubou a posição e não largou até o final da temporada, se tornando um dos queridinhos de Cuca.

João Pedro no início de carreira ainda vestindo as cores do Palmeiras Foto: Cesar Greco / Fotoarena

Empréstimos

A falta de oportunidades fez com que o Palmeiras o emprestasse à Chapecoense, que havia perdido grande parte do elenco após o acidente do Voo 2933 da LaMia, na Colômbia. Se tornou peça importante do ressurgimento do Índio Condá, tomando conta da posição em toda a temporada, inclusive na Copa Libertadores da América.

Em 2018, a Chape tentou a permanência do jogador, mas não houve acordo com o Verdão. Logo foi repassado ao Bahia, onde atuou no primeiro semestre. Conseguiu boas apresentações no Tricolor baiano e chamou a atenção do Porto, que o contratou por 3,5 milhões de euros (aproximadamente R$ 16,1 milhões na cotação da época), com vínculo até 2023.

João Pedro e Wellington Paulista na apresentação pela Chapecoense (Foto: Site oficial Chapecoense)

Passagem apagada em Portugal e retorno ao Bahia

Mesmo com o alto valor investido pelo gigante português, João Pedro não se firmou no time principal e teve mais aparições na equipe B, que disputava a segunda divisão. Fez apenas três partidas pelo Dragão, sendo duas pela Taça da Liga e uma pela Taça de Portugal.

Retornou ao Bahia no final da temporada 2018/19 no Velho Continente, por empréstimo. Chegou enfrentando a concorrência de Nino Paraíba e Ezequiel, ambos mais experientes. Em diversas oportunidades foi escalado no meio de campo, tendo algumas apresentações interessantes pelo clube nordestino.

Começou o ano de 2020 sendo titular absoluto na lateral-direita, tendo atuado em toda a Copa do Nordeste entre os onze titulares, na qual o Tricolor perdeu a decisão para o Ceará. Com atuações abaixo do esperado, o defensor perdeu o posto novamente para Nino Paraíba, que tomou conta definitivamente.

Em agosto do ano passado, João Pedro teve uma lesão no joelho esquerdo e precisou passar por uma artroscopia. Ficou meses de molho e só retornou em janeiro, na reta final do Brasileirão. Ao final da competição, o Bahia optou por não renovar o vínculo e o devolveu ao Porto, onde vem treinando desde julho.

João Pedro em atuação na segunda passagem pelo Bahia (Foto: Divulgação/EC Bahia)

Números na carreira

Palmeiras (2014-2018)
Jogos: 38
Gols: 2
Cartões amarelos: 04
Cartões vermelhos: nenhum

Chapecoense (2017)
Jogos: 29
Gols: 1
Cartões amarelos: 04
Cartões vermelhos: nenhum

Bahia (2018/2019-20)
Jogos: 56
Gols: 1
Cartões amarelos: 06
Cartões vermelhos: nenhum

Porto “A” (2018-19)
Jogos: 03
Gols: nenhum
Cartões amarelos: nenhum
Cartões vermelhos: nenhum

Porto “B” (2018-19)
Jogos: 21
Gols: 3
Cartões amarelos: 03
Cartões vermelhos: nenhum

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top