Futebol Internacional

Jogadores brasileiros ficam livres no mercado após time chinês encerrar suas atividades

Foto: STR/AFP via Getty Images

O atual campeão chinês Jiangsu Suning anunciou neste domingo (28) o fim do time de futebol.  O principal acionista do clube e também da Internazionale (ITA), empresa que dava o sobrenome do time, colocou a venda, mas até agora não encontrou um comprador.

Três jogadores brasileiros faziam parte do elenco: o zagueiro Miranda de 36 anos, o atacante Alex Teixeira, de 31 anos, e Éder de 34 anos, que é naturalizado italiano. Todos livres no mercado para negociaram com outro clube.

“Apesar de nossa relutância em nos separar dos jogadores que conquistaram as maiores honrarias e dos torcedores que mostraram sua solidariedade ao clube, é com pesar que devemos fazer um anúncio: a partir de hoje, o Jiangsu Football Club acaba com a atividade de suas equipes.” Comunicado que também se aplica aos times feminino e da base.

O Jiangsu foi inaugurado em 1958, mas ficou um bom tempo na segunda divisão, por 14 anos, retornando em 2008. Após sua ascensão a elite do futebol chinês, foi vice-campeão do Chinês em 2012, campeão da Supercopa em 2013 e a Copa da China em 2015. Em 2016, terminou o campeonato em segundo, em seguida teve suas ações compradas por um grupo chamado Suning.

A Associação Chinesa de Futebol (CFA), comunicou em dezembro do ano passado, que todos os clubes de todas as divisões não poderiam ter mais referências de patrocinadores em seus nomes. A medida da federação é que tenha uma estabilidade financeira dos times. Conforme relatos dos dirigentes, a mudança constante acabou prejudicando o crescimento da cultura do futebol no país.

A crise também chegou a atingir outros times na China. O Tianjin Teda pode acabar fechando as portas antes do inicio da temporada, programada para começar no dia 03 de abril, com 16 times. O mesmo acontece com o Chongqing Dangdai, que deve mais de nove meses de salários atrasados e mais de um ano de impostos com os atletas, Alan Kardec está no clube atualmente. O atacante vem tendo seu nome ligado ao Shenzen FC.

Na Itália, a Internazionale confirmou que o grupo Suning detém 68,55% do clube, e está à procura de investidores e parceiros estratégicos, não só para injeção de dinheiro. A equipe italiana é a atual líder do campeonato italiano, e pode acabar com um jejum de 10 anos sem conquistar títulos.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top