Cruzeiro

Com Marcelo Moreno e estrangeiros campeões, lista de jogadores do Cruzeiro convocados para a Copa América no século XXI é extensa; confira

Com Marcelo Moreno e estrangeiros campeões, lista de jogadores do Cruzeiro convocados para a Copa América no século XXI é extensa; confira

Com a convocação de Marcelo Moreno (ou Marcelo Martins, como é conhecido em seu país) pela Seleção Boliviana, o Cruzeiro terá um representante na Copa América 2021. Ao longo de sua história, o clube já cedeu jogadores para diversas seleções nacionais e teve vários campeões no torneio. No século XXI, inclusive, a Copa América foi o torneio de seleções que mais recebeu atletas do Cruzeiro. Veja a lista de representantes celestes:

Copa América 2001

Ídolo cruzeirense, o zagueiro Cris foi figura constante nas convocações do Brasil nos anos 2000. Sua primeira competição oficial pela Seleção foi a polêmica Copa América de 2001, na qual foi foi chamado pelo técnico Luiz Felipe Scolari.

A primeira edição deste século ficou marcada pelo clima de guerra que havia no país-sede, Colômbia, que estava sendo palco de diversos confrontos armados contra as Farc. Esses conflitos fizeram com que a Copa América quase fosse cancelada e a Seleção Argentina desistisse de participar, alegando falta de segurança. Na vaga dos argentinos entrou Honduras, que acabou fazendo uma boa fase de grupos e eliminou o Brasil nas quartas de final.

Quem também desistiu de participar da competição foi o brasileiro Mauro Silva. Na época, o defensor protestou contra o não cancelamento da competição e os interesses políticos por trás dessa decisão, que priorizava o futebol e os negócios acima de vidas humanas.

Zagueiro Cris deve ser anunciado pelo Grêmio até a próxima sexta-feira | GZH
FOTO: NILTON SANTOS / CBF

Copa América 2004

Na edição de 2004, Cris voltou a representar o Cruzeiro pela Seleção Brasileira, mas desta vez acompanhado do lateral direito Maicon, que foi convocado como jogador da Raposa mas ainda durante o torneio foi vendido ao Mônaco, da França.

Além de Cris, outros ídolos cruzeirenses estavam presentes naquele time do Brasil: Alex, que havia anunciado sua transferência do Cruzeiro para o Fenerbahçe poucos dias antes da convocação oficial, era o capitão da equipe, que também contava com Luisão e Fábio, que na época defendiam Benfica e Vasco, respectivamente. Comandada por Parreira, a Seleção Brasileira venceu a argentina nos pênaltis para ser campeã continental.

Brasil x Argentina: o gol decisivo de Adriano na Copa América 2004 -  Confederação Brasileira de Futebol
FOTO: DIVULGAÇÃO

Copa América 2011

Em 2011, Mauricio Victorino foi o único jogador do Cruzeiro a ser convocado. Titular pelo Uruguai em duas partidas da competição, o zagueiro acabou se lesionando no jogo das quartas de final, contra a Seleção Argentina, e acabou de fora da reta final do torneio. De fora do campo, viu a Celeste Olímpica derrotar o Paraguai nos pênaltis e voltar a ser campeã após 16 anos de jejum. Com aquela conquista, a Seleção Uruguaia superou a Argentina e se isolou como a maior vencedora da Copa América, com 15 títulos.

Mauricio Victorino (R) and Jorge Fucile of Uruguay celebrate
FOTO: RYAN PIERSE / FIFA

Copa América 2015

Camisa 10 da Uruguai, o meia De Arrascaeta estreou em competições oficiais por sua seleção na Copa América de 2015, quando havia recém chegado ao Cruzeiro. No torneio disputado no Chile, quem também representou o clube foi o lateral Eugenio Mena, campeão com a seleção anfitriã. O chileno ainda foi convocado para a Copa América Centenário, no ano seguinte, mas desta vez atuando pelo São Paulo, emprestado pelo Cruzeiro.

Ao longo de sua história, o Cruzeiro teve sete jogadores campeões da Copa América. Além dos atletas já citados, Dida, João Carlos e Marcos Paulo, vencedores com o Brasil em 1999, completam o time.

Eugenio Mena - Eugenio Mena Photos - Peru v Chile - Zimbio
FOTO: MARK BROWN / GETTY IMAGES

Copa América 2021

Programada para acontecer entre os meses de junho e julho deste ano, na Argentina e na Colômbia, a Copa América 2021 só terá um representante celeste: Marcelo Moreno. Ícone da Seleção Boliviana, o atacante também participará de jogos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo e deverá desfalcar o Cruzeiro durante mais de um mês. Esta será a quarta Copa América do veterano, que foi ao torneio nas edições de 2011, 2015 e 2019.

Marcelo Moreno marca contra Argentina e web provoca: 'Não faz contra o CSA'  - 13/10/2020 - UOL Esporte
FOTO: JAVIER MAMANI / GETTY IMAGES

Apesar de ceder muitos jogadores para o torneio, o Cruzeiro não teve nenhum representante nas edições de 2007, 2016 e 2019 da Copa América.

Para saber tudo sobre Cruzeiro e Copa América siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top