Clubes internacionais

Jogadores do Chelsea não se opõem a redução salarial de 10%

O Chelsea reduziu os salários dos atletas do time principal em 10%, como medida de contenção durante a paralisação pela pandemia do novo coronavírus. Segundo o “The Telegraph”, os atletas não se opuseram à medida. Ainda de acordo com o jornal, não há indícios que o treinador Frank Lampard tenha participado das negociações.

A medida havia sido revelada na última semana pelo capitão Cesar Azpilicueta, também ao periódico inglês. Este corte deve durar quatro meses, começando já no pagamento do mês de maio, não havendo previsão de compensar este valor reduzido futuramente.

O protocolo adotado pelos Blues foi diferente do feito pelo rival Arsenal, que também cortou parte dos salários dos atletas. No entanto, o treinador dos Gunners, Mikel Arteta, participou das negociações.

Foto: Divulgação

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo