Lutas

Jon Jones diz no Twitter que não agrediu noiva: ‘Querem imaginar a pior situação possível’

Reprodução/Instagram Oficial Jon Jones

Pela primeira vez desde a prisão, Jon Jones dirigiu mensagens em suas redes sociais em relação ao incidente no qual foi detido acusado de agredir a noiva, Jessie Moses, num quarto de hotel em Las Vegas.

O ex-campeão dos meio-pesados do UFC foi ao Twitter para se pronunciar sobre o caso. ‘Bones’ negou que tenha cometido o ato de agressão à noiva e declarou que as notícias postadas sobre o caso seriam ‘imaginadas’ pela imprensa para tornar uma situação que, segundo Jones, seria de uma ‘simples discussão’, num caso de grande repercussão.

LEIA MAIS

+ Site divulga detalhes de B.O. de prisão de Jon Jones

+ Francis Ngannou dispara contra UFC por ‘sabotagem’ com cinturão interino

– Adoro quando vejo as pessoas imaginar as piores situações possíveis em suas cabeças e transformá-las em verdade. Eu não agredi minha noiva e nossas filhas estavam acordadas depois de nossa discussão. Elas não ouviram ou viram nada – disse o lutador do UFC, depois de voltar a mencionar que está tentando vencer o vício em álcool

– Essa é a única coisa que eu gostaria de deixar claro aqui. Fora isso, quero seguir com minha vida, sem o álcool. É a primeira vez na minha vida em que estou pronto para poder largá-lo. Estou grato de ter o apoio de minha noiva, da família, dos amigos e dos fãs – escreveu o lutador.

As explicações também vem em reação à declaração de Mike Winkeljohn, seu treinador na Jackson-Wink MMA, que afastou Jon Jones da academia por tempo indeterminado, em atos ligados à prisão de ‘Bones’ e ao já citado vício em álcool do lutador.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top