Campeonato Brasileiro

Jorginho mexe bem no time, mas desempenho em casa ainda é abaixo do esperado

Em confronto válido pela 21ª rodada do Brasileirão, Cuiabá e Fluminense empataram em 2×2 na Arena Pantanal. O tricolor abriu o placar logo com quatro minutos e aos 20 ampliou. Com um pênalti ainda no primeiro tempo, o Dourado diminuiu e voltou para o jogo. O que mais chamou a atenção, no entanto, foi o empate no segundo tempo.

Logo no intervalo, Jorginho tirou Auremir, Lucas Ramon e Camilo para a entrada de Pêpê, João Lucas e Uillian Correia. O camisa 13 era tido como desfalque por lesão e até tinha começado no banco. O lateral-direito, no entanto, entrou na segunda etapa e mudou a partida. Fazia ultrapassagens pelo lado, ajudava na construção e foi crucial no gol de empate.

Após uma boa jogada de Jonathan Cafu na direita, que também se destacou, João Lucas recebeu e achou Yesus Cabrera com um bom cruzamento. O colombiano, quatro minutos após entrar, deu a assistência entre dois marcadores para Felipe Marques balançar as redes. Um gol com uma bela jogada coletiva e com o dedo de Jorginho.

A melhora nos últimos 45 minutos, contudo, não garantiu a virada para o Cuiabá, que já não mostrava um bom desempenho na Arena Pantanal. Não chega a ser um fator alarmante, mas mostra os dois lados opostos da equipe cuiabana. Enquanto o time é o 7º melhor visitante, com só uma derrota fora de casa, o Dourado é apenas o 14º melhor mandante com 3 vitórias em 11 jogos em Mato Grosso. Hoje, sobretudo, não foi o dia para melhorar essa marca.

A defesa falhou no gol de Bobadilla e teve sua partida coroada negativamente com o cartão vermelho de Marllon. Vale lembrar, entretanto, que ainda há bastante caminho pela frente e o objetivo da equipe nunca esteve tão próximo de ser atingido: de 45 pontos, foram 28; faltam mais 17.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top