Vasco

Jornalista português avalia temporada de Carlinhos, novo reforço do Vasco, no Vitória de Setúbal: ‘Levava o time para frente’

— Continua depois da publicidade —

O Vasco anunciou, na noite da última quinta-feira, a contratação do meia Carlinhos. Pouco conhecido no futebol brasileiro, onde atuou pela última vez no começo de 2019, pelo Guarani, o meio-campista tem 26 anos e fez boa parte da carreira na Europa. Jogou na Alemanha, Suiça, Bélgica e Portugal. Na última temporada, ele atuou pelo português Vitória de Setúbal, emprestado pelo Standard Liège (BEL).

O Esporte News Mundo conversou com o jornalista Ricardo Pereira, do jornal Record, de Portugal, para analisar a temporada 2019/20 de Carlinhos pelo Vitória de Setúbal. De acordo com Ricardo, o meio-campista foi um dos destaques do time.

– Tecnicamente, o Carlinhos era dos jogadores mais evoluídos do Vitória. Ajudava a levar o time para a frente, para o setor ofensivo. Jogava no meio-campo, mas sempre com características ofensivas. Chuta muito bem de longe. É tecnicamente evoluído. Se fizermos uma escala individual dos jogadores do Vitória nesta última temporada, o Carlinhos está seguramente entre os que são mais valiosos e que tem mais qualidades – afirmou Ricardo Pereira ao ENM.

A campanha do Vitória de Setúbal, no entanto, não foi das melhores no Campeonato Português. O time terminou na 16ª colocação, com um ponto a mais do que o Portimonense, primeiro rebaixado. E mesmo com diversas trocas de técnicos durante a temporada, Carlinhos sempre se manteve no time titular.

– De fato, a campanha do Vitória foi ruim este ano. Ele, com 4 gols apenas, foi melhor marcador da equipe junto com outro jogador. O Carlinhos é um jogador influente, era sempre a primeira escolha. O Vitória teve quatro treinadores este ano, e o Carlinhos era sempre titular, jogava quase sempre desde o início com todos eles. Ele era sempre uma escolha recorrente na equipe.

Como pode atuar

Versátil, Carlinhos já atuou em praticamente todas as posições do meio-campo durante a sua carreira. No Vitória, foi mais escala como uma espécie de segundo volante. Mas também chegou a jogar de forma mais defensiva quando necessário.

– Tanto jogava no miolo como junto à linha. Chegou também a fazer a posição de “6”, como meia defensivo numa época em que a equipe precisou fazer ajustes devido à ausência de vários jogadores – comentou Ricardo.

A intenção do treinador Ramon Menezes é utilizar Carlinhos como volante, para suprir as quase certas saídas de Raul e Freddy Guarín do Vasco. Na avaliação da comissão técnica, Carilhos chegaria para disputar posição com Fellipe Bastos, tendo em vista que Andrey é considerado titular absoluto.

Polêmica no fim da passagem por Setúbal

Um episódio controverso marcou o fim da passagem de Carlinhos pelo Vitória de Setúbal. Após a última rodada do Campeonato Português, durante uma “live” no Instagram, o meio-campista xingou o Famalicão, outro clube português, e seus jogadores. A polêmica aconteceu após o Vitória conseguir a permanência na primeira divisão e o Famalicão não conseguir uma vaga para a Liga Europa, perdida nos minutos finais da última rodada.

Segundo o repórter português, Carlinhos justificou as ofensas dizendo que na última partida entre os times, que havia acontecido poucas rodadas antes, um jogador do Famalicão teria o provocado dizendo que o Vitória iria ser rebaixado.

– Ele ficou marcado também no final do Campeonato porque ele fez, depois do Vitória conseguir a permanência na primeira divisão na última rodada, uma live no Instagram, onde ele estava nitidamente alcoolizado. Ele insultou o Famalicão, ofendendo, dizendo asneiras. E o Carlinhos, lembrando do que tinha acontecido antes, falou que era “bem feito para esses filhos da p…”, que “vão para o c…”. Depois, obviamente, o Carlinhos pediu desculpas ao Famalicão, mas ficou marcado – comentou o repórter o jornal Record.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo