Esportes olímpicos

Atletas do Judô brasileiro realizam cerimônia simbólica de plantio de ipê no Japão

Atletas do Judô brasileiro realizam cerimônia simbólica de plantio de um ipê no Japão
LARA MONSORES/CBJ

Nesta quarta-feira, 21, a delegação olímpica do judô do Brasil realizou uma cerimônia simbólica de plantio de um muda de ipê na entrada do Ginásio Yuto, em Hamamatsu. O ato realizado pela delegação tem como objetivo celebrar a amizade e solidariedade mútuas entre Brasil e Japão promovidas através do Judô.

 Tudo das Olímpiadas Aqui no Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

Desde 2016, todas as vezes que a Seleção Brasileira de Judô competiu ou treinou no Japão, os atletas brasileiros encontraram na cidade um ambiente tranquilo e a estrutura ideal para aclimatar.

— Em nome do presidente da Confederação Brasileira de Judô, Silvio Acácio Borges, queríamos agradecer essa preparação que nós planejamos durante cinco anos junto à cidade e que, neste momento, tem atendido em todos os detalhes e ainda com o carinho da população de Hamamatsu representada pela prefeitura — agradeceu Ney Wilson, chefe da equipe de Judô nos Jogos de Tóquio.

Além dele, participaram do evento a técnica da seleção masculina de judô do Brasil, Yuko Fujii, e os judocas olímpicos Maria Portela e Eduardo Katsuhiro. A cidade de Hamamatsu foi representada pelo seu diretor de promoção cultural, Sr. Nakamura.  

— É uma forma de agradecimento à receptividade da cidade que estruturou toda a nossa preparação para os Jogos Olímpicos — comentou Portela. 

— Para os japoneses, plantar essa árvore tem um significado de eternizar um vínculo e a gente está aqui hoje para eternizar e enraizar a nossa amizade com a cidade de Hamamatsu — completou Katsuhiro.

++ Dias e horários dos jogos e competições das Olimpíadas de Tóquio

Além do plantio do ipê, os atletas ainda receberam um colar de tsurus, o origami da sorte em formato de pássaro, e uma bandeira com mensagens de incentivo escritas por alunos do ensino médio e fundamental da escola Johoku. O colar é formado por 28 tsurus, que representam os 27 estados brasileiros mais a cidade de Hamamatsu.

Os primeiros judocas do Brasil sairão para Tóquio na próxima quinta-feira, 22, e estreiam na competição no sábado, 24.  

+Brasil conhece os adversários do tênis de mesa nos Jogos Olímpicos

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top