Esportes olímpicos

Judô do Brasil conhece seus primeiros adversários nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Judô do Brasil conhece seus primeiros adversários nos Jogos Olímpicos de Tóquio
LARA MONSORES/CBJ

Os judocas brasileiros já têm seus caminhos definidos nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. O sorteio das chaves realizado na madrugada desta quinta-feira (22), no Brasil, definiu os confrontos iniciais e o caminho rumo ao pódio.

+Ao vivo: confira tudo sobre as Olimpíadas no ENM
++ Dias e horários dos jogos e competições das Olimpíadas de Tóquio

Este ano, devido as normas e protocolos anti-Covid do torneio do Japão, não houve a tradicional presença dos treinadores e chefes de equipe. Além disso, a cerimônia foi conduzida pela Federação Internacional de Judô (FIJ) de forma remota e ao vivo pela internet.

Em Tóquio, dos 13 judocas do Brasil que vão competir nas Olimpíadas cinco estão entre os oito primeiros de suas respectivas categorias, o que os coloca como cabeças-de-chave na competição: Rafael Silva (+100kg), Ketleyn Quadros (63kg), Maria Portela (70kg), Mayra Aguiar (78kg) e Maria Suelen Altheman (+78kg).

Entenda o Sistema de disputa e horários do Judô em Tóquio

Para chegar ao bloco final de disputas – repescagem, semifinal, bronze e final – os atletas precisam avançar, no mínimo, até as quartas-de-final.

Os vencedores seguem para às semifinais e os perdedores vão para a repescagem. Em caso de vitória na repescagem, o atleta se classifica para a briga pelos bronzes da categoria (são dois, em todos os pesos). O judoca que for superado na semifinal, segue direto para a disputa de bronze com o vencedor da repescagem. 

As provas do Judô nos Jogos Olímpicos de Tóquio terão início no dia 23, às 23h, no horário de Brasília, com os pesos Ligeiros. O bloco final acontece a partir das 5h da manhã do dia 24. A programação segue a mesma com uma categoria de peso (masculina e feminina) por dia. 

 

Brasileiros conhecem seus primeiros adversários nos Jogos Olímpicos de Tóquio
Seleção Brasileira de Judô em Tóquio

Confira os confrontos individuais do Judô do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio:  

48kg – Gabriela Chibana x Harriet Bonface (Malawi)

52kg – Larissa Pimenta x Agata Perenc (Polônia) 

63kg – Ketleyn Quadros x Cergia David (Honduras)

70kg – Maria Portela x Nigara Shaheen (Time de Refugiados)

78kg – Mayra Aguiar (Bye) – Espera vencedora de Munkhtsetseg Otgon (Mongólia) x Inbal Lanir
(Israel)

+78kg – Maria Suelen Altheman (Bye) – Espera vencedora de Anamari Velensek (Eslovênia) x Nina Cutro-Kelly (EUA)

60kg – Eric Takabatake x Soukphaxay Sithisane (Laos)

66kg – Daniel Cargnin x Mohamed Abdelmawgoud (Egito)

73kg – Eduardo Barbosa x Guillaume Chaine (França)

81kg – Eduardo Yudy x Sagi Muki (Israel)

90kg – Rafael Macedo x Islam Bozbayev (Cazaquistão)

100kg – Rafael Buzacarini x Toma Nikiforov (Bélgica)

+100kg – Rafael Silva Baby (Bye) – Espera o vencedor de Ushangi Kokauri (Azerbaijão) x Mathias Sarnacki (Polônia) 

Competição por equipes do judô em Tóquio : 

Cabeça de chave número 3 – atrás de Japão e França – o Brasil saiu de bye na primeira rodada e estreará contra o vencedor de Holanda x Uzbequistão.  

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top