Futebol Internacional

Juiz espanhol dá ultimato à presidente da Uefa em caso da Superliga

John Walton via Imago Images

Em ordem judicial, o juiz Manuel Ruiz de Lara deu à Uefa o prazo de cinco dias para arquivar as sanções e processos disciplinares abertos contra os clubes do projeto da Superliga Europeia. Caso contrário, um mandato de prisão por desobediência deve ser emitido para o presidente da instituição, Aleksander Ceferin.

Entre os clubes ameaçados pelas punições da Uefa, dois são espanhóis: Barcelona e Real Madrid. O outro clube é a italiana Juventus. A decisão do magistrado tem validade em todo território regido pela União Europeia e com acordos judiciais com a mesma.

+ Para saber tudo sobre Futebol Internacional, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

A ordem relata que a Uefa precisa oficializar, por meio de seu site, os procedimentos de anulação das sanções contra os três times envolvidos no imbróglio. A nota ainda diz que a ação da federação possui um caráter monopolista contrário à livre concorrência no mercado do futebol.

Esta não é a primeira vez que o nome de Manuel de Lara aparece relacionado ao conflito entre Superliga e Uefa. Em abril deste ano, uma resolução do mesmo juiz proibiu Fifa e Uefa de retaliarem os clubes envolvidos no projeto da Superliga.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top