Atlético-MG

Júnior Alonso evita fazer comparação entre Sampaoli e Cuca e admite trabalho duro na construção de um Atlético-MG equilibrado em campo

Pedro Souza/Atlético-MG

O Campeonato Mineiro para o Atlético-MG retoma de onde parou nesta quinta-feira (01), quando o Galo enfrentará a Caldense. Ao longo da pausa causada pela Onda Roxa em Belo Horizonte, em decorrência do agravamento da pandemia de Coronavírus, o time alvinegro seguiu treinando na Cidade do Galo, e na visão do zagueiro Junior Alonso, foram dias preciosos para entender a filosofia de Cuca em implantar uma equipe mais equilibrada em campo.

Trabalhando há pouco mais de duas semanas com o novo técnico, Cuca, Alonso evitou fazer comparações na filosofia de jogo apresentada pelo comandante. O zagueiro apenas enfatizou os pontos chaves no qual o time passou a trabalhar agora sob o comando do novo treinador e destacou um enfoque em aspectos mais técnicos.

— É algo que não costumo fazer, falar sobre as diferenças dos técnicos, comprar um com o outro creio que não é conveniente, não é o indicado, cada treinador tem sua forma de jogar, de entender o futebol e creio que Cuca, hoje em dia, está trabalhando muito com a gente em alguns aspectos que são um pouco mais técnicos e também, aplicando a sua ideia de que teremos que ganhar todos os jogos que temos pela frente, ser uma equipe muito equilibrada como ele havia dito no início e tentar sempre atacar junto, defender junto, encontrar sempre esse equilíbrio para assim manter sempre um grande resultado, então estamos trabalhando uma, duas semanas com ele, ainda teremos muito tempo para conhece-lo e ir adaptando suas ideias.

Com o retorno da competição Mineira e com o início da Libertadores, Junior Alonso destacou a quantidade de partidas que os atletas terão ao longo deste ano. Participando de quatro torneios distintos, o Atlético terá o desafio de conseguir manter a parte física dos atletas em alta, evitando ao máximo as lesões que poderão aparecer devido ao alto números de jogos que, os titulares principalmente, irão fazer.

— Não, temos trabalhado com o preparador físico, conversamos com ele e sabemos que vamos ter mais de 70 partidas, se tudo sair bem durante o ano, também as partidas com a seleção porque teremos Copa América, Eliminatórias da Copa então vai ser um calendário muito apertado e falando de mim, o que farei será trabalhar muito e cuidar, sobretudo, do meu descanso para poder chegar bem em todas as partidas e poder jogar bem todas as partidas deste ano.

Siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top