Atlético-MG

Junior Alonso diz que gosta de jogos decisivos e destaca quatro times fortes na Libertadores

Junior Alonso diz que gosta de jogos decisivos e destaca quatro times fortes da Libertadores
Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

O Atlético-MG enfrenta o América de Cali na noite desta quinta-feira (13), na Colômbia, pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Com a vitória do Cerro Porteño sobre o Deportivo La Guaira, o Galo pode se classificar para as oitavas de final hoje, com três rodadas de antecedência, caso vença a partida fora de casa com os colombianos. O zagueiro e capitão atleticano, Junior Alonso, analisou o confronto.

— É muito importante, porque estamos na liderança do grupo e, com uma vitória, estamos praticamente na segunda fase. Creio que será uma partida complicada, uma final para nós.

Ao mesmo tempo que poder render uma classificação antecipada ao Atlético-MG, esta é a partida de vida ou morte para o América de Cali na Libertadores, caso ele não vença, está fora da principal da competição continental. Junior Alonso disse que já viram o que o time colombiano é capaz e afirma necessidade do Galo melhorar o seu rendimento fora de casa.

— Já nos conhecemos, é uma equipe muito dinâmica, com jogadores muito rápidos e mostraram isso no Brasil jogando contra nós. Esperamos que também joguemos da mesma forma, com muita intensidade e com o nosso próprio estilo. No ano passado, perdemos partidas fora de casa, temos que melhorar, jogar da mesma forma que jogamos em casa. Temos a oportunidade de fazer uma grande partida e espero que toda a equipe esteja preparada para fazer o melhor jogo possível.

Junior Alonso vê esta edição da Copa Libertadores muito difícil e destaca quatro times, dois brasileiros e dois argentinos, que são fortes na competição.

— Todas as equipes são muito fortes, muito importantes. Aqui no Brasil, Flamengo e Palmeiras, na Argentina o Boca e River, todos os clubes muito fortes e importantes, então a competição está muito difícil. Também confiamos no que temos, como equipe e como grupo. Estamos muito confiantes em tudo que podemos fazer e espero que joguemos da melhor maneira.

O capitão atleticano também revelou que tem encontrado facilidade em se comunicar com os árbitros da competição, já que nas partidas do Atlético-MG na Libertadores foram dois árbitros argentinos e um uruguaio e que todos eles falam espanhol, o idioma do país de origem de Junior Alonso, Paraguai.

— Já tivemos duas partidas com árbitros argentinos, outro uruguaio, então é melhor para se comunicar dentro do campo pelo espanhol. Mas já me acostumei ao idioma do Brasil, posso conversar com o árbitro e com os companheiros sem nenhum problema.

Por fim, Junior Alosno disse que gosta de partidas decisivas, como vão ser a partir de agora, com o jogo da Libertadores hoje e o primeiro confronto da final do Campeonato Mineiro no sábado (15), contra o América.

— É o que o jogador espera, poder jogar jogos decisivos. Podemos assegurar a vaga na próxima fase agora e depois ter uma final de Mineiro. Depois tem o Brasileirão, a Copa do Brasil. Todas as partidas são importantes e difíceis e temos que buscar acostumar a esses jogos para colocar a nossa equipe no mais alto nível.

Para ficar informado sobre tudo que acontece com o Atlético-MG, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top