Chapecoense

Justiça dos EUA dá parecer favorável à indenização para vítimas do voo da Chapecoense

Foto: Agência Getty Images
— Continua depois da publicidade —

A corte estadual da Flórida, nos Estados Unidos, deu parecer favorável para o pagamento das indenizações para as vítimas do acidente aéreo da Chapecoense, que aconteceu em 29 de novembro de 2016. A decisão veio a público após publicação da reportagem da “Folha de São Paulo”, na última quarta-feira.

Segundo a Folha, o juiz Martin Zilber deu procedência ao pedido de mais da metade das famílias das vítimas. As 40 famílias receberão ao todo cerca de US$ 844 milhões, acrescido de juros. Entretanto a decisão não obriga o pagamento imediato mas garante a continuação do processo após o parecer favorável.

A decisão dos familiares de acionarem a justiça americana leva em consideração o fato de que as empresas envolvidas possuírem representação comercial nos EUA. O foco do processo visa as empresas Aon, Bisa e Tokio Marine Klin. As empresas são respectivamente: responsável pela corretagem de seguro, seguradora e resseguradora.

A briga nas justiça ocorre desde o acidente. As empresas tentam provar que o acordo com a LaMia não estipulava viagens com destino a Colômbia e que isso invalida a responsabilidade pelo pagamento de indenizações. Contudo, a Tokio Marine Klin ofereceu, no final de 2019, o pagamento para as famílias de cada vítima de cerca de US$225 mil. Caso aceitassem, os familiares abriam mão de acionar judicialmente a resseguradora. Na época 23 famílias chegaram a aceitar o acordo.

PARA SABER TUDO SOBRE OS TIMES DE SANTA CATARINA, SIGA O ESPORTE NEWS MUNDO NO TWITTERINSTAGRAM FACEBOOK.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top