Juventude

Juventude perde invencibilidade contra times cariocas

Fernando Alves/EC Juventude

Na noite desta quarta-feira, o Juventude perdeu para a equipe do Flamengo de 3 a 1. Com gols Kenedy, Pedro e Andreas Pereira par a equipe carioca e para descontar, William Matheus marcou pelo papo. O papo entrou em campo dois objetivos: somar pontos para se distanciar da zona de rebaixamento e também, manter o retrospecto positivo quando jogava contra times cariocas. A última derrota do clube havia sido em 2014, na Série C, para o Madureira.

Desde então, o retrospecto da equipe de Caxias do Sul é totalmente favorável contra clubes do Rio de Janeiro. No total, foram 10 partidas disputadas, com sete vitórias e três empates. Até ontem, na temporada, o Juventude havia somado pontos importantes contra Flamengo e Fluminense. No primeiro turno, venceu o Rubro-Negro no Alfredo Jaconi e empatou com o Tricolor no Maracanã.

Para saber tudo do Juventude, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

O que pesou na hora de manter a invencibilidade do Juventude, foi o momento delicado no Campeonato Brasileiro que o clube está. Nas últimas seis rodadas, o clube gaúcho somou apenas cinco pontos, um aproveitamento de 30%. Com a queda de rendimento, a distância para a zona de rebaixamento também mudou consideravelmente. Atualmente, o primeiro time dentro do Z-4 possui dois pontos a menos que o Alviverde, atualmente com 28.

Na rodada anterior, os comandados de Marquinhos Santos ficaram no empate em 1 a 1 contra o América-MG no Estádio Alfredo Jaconi. Apesar de não ter conquistado a vitória, o técnico acredita que o Juventude está no caminho certo para garantir a permanência na Série A, mas esta derrota complicou ainda mais a situação do time:

– Voltamos a colocar o trem no trilho. Quando joga bem, está no caminho para buscar o objetivo. E o do Juventude é não estar rebaixado na última rodada. Dentro de um percentual de aproveitamento, estejamos dentro daquilo que o clube pode alcançar diante de toda a dificuldade que se tem – afirmou Marquinhos.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top