Futebol Internacional

Intermináveis! Juventus renova com Buffon e Chiellini por mais uma temporada

(Foto: Divulgação)

Horas após concluir a negociação com o meia Arthur, que deixa o Barcelona, a Juventus anunciou a renovação de contrato com o goleiro Gianluigi Buffon e com o zagueiro Giorgio Chiellini, ídolos recentes e símbolos das conquistas recentes da Velha Senhora, especialmente o primeiro. O contrato de ambos terá duração de mais um ano, ou seja, até junho de 2021.

O arqueiro, atualmente reserva do polonês Szczęsny,  completa 43 anos em janeiro e foi revelado pelo Parma, em 1995. Lá, ficou por seis anos, quando foi vendido à Juve por  €54,2 milhões. Na época, esta foi a transação mais cara de um goleiro na história (Alisson, do Liverpool, o superou em 2018).

No time alvinegro, ficou até 2018, quando transferiu-se para o PSG e ficou apenas um ano. Retornou à Juve no ano passado e, ao todo, soma e 669 jogos pelo clube, atrás apenas de Del Piero (705). Na história do Campeonato Italiano, é o que mais atuou: 647, empatado com Maldini, eterno ídolo do Milan.

Ao todo, disputou cinco Copas do Mundo, sendo titular em três (2006, 2010 e 2014) e reserva em outras duas (1998 e 2002). Ele ganhou a Copa de 2006 e disputou ainda quatro euros (2004, 2008, 2012 e 2016, mas não pôde jogar a de 2000 por conta de uma lesão. Buffon jogou ainda uma Olimpíadas, sem contar os inúmeros torneios de base e prêmios individuais. Na Juve, conquistou nove campeonatos italianos (e o décimo está próximo), além de quatro Copas da Itália, cinco Supercopas e uma Série B. Pelo Parma, outros três títulos: Copa da UEFA, atual Liga Europa, Copa da Itália e Supercopa Italiana.

Chiellini

Após passagens por Livorno e Fiorentina, o zagueiro chegou à Juve no verão de 2005 e está na Velha Senhora até hoje. Desde então, são 509 jogos e 35 gols pela Velha Senhora. Ele completará 36 anos em agosto e faturou oito Scudettos, quatro Copas da Itália, quatro Supercopas e uma Série B. Pela Seleção, disputou duas Copas (2010 e 2014). Na segunda, aliás, ficou marcado pela mordida do atacante Luis Suaréz. São 103 jogos e oito gols pela Azzurra

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo