Futebol Internacional

Keffel destaca experiência em Portugal e expectativa para a temporada

Keffel Trofense
Divulgação

Jogar no futebol europeu é o sonho de todo o jogador de futebol. Poder enfrentar os maiores clubes do mundo é o grande objetivo para muitos que estão começando a carreira em busca de se mostrarem para o sucesso. Com Keffel, o jovem de 22 anos vem ganhando cada vez mais espaço no futebol português e sendo um dos destaques no Trofense.

Com duas temporadas em Portugal, Keffel tem conseguido somar minutos importantes até aqui. Em 2020/21, o defensor brasileiro atuou em 19 jogos e marcou dois gols, enquanto nesse ano soma 18 jogos e sem nenhum tento anotado. O destaque até aqui, claro, fica para a grande campanha na terceira divisão nacional em 2020. O brasileiro foi o autor do gol do título do Campeonato Nacional nos acréscimos.

— Meu primeiro ano na Europa, na temporada 2020/2021 foi no Clube Desportivo Trofense. Foi um ano muito feliz, nem nos meus melhores sonhos imaginava isso tudo. Subida para a segunda liga de Portugal e eu ser consagrado com o gol do título do campeonato de Portugal, aos 96 minutos — afirmou Keffel.

Keffel Trofense
Divulgação

Além do título, Keffel teve a experiência de enfrentar um dos grandes times de Portugal e da Europa. Na Taça de Portugal, o brasileiro enfrentou o Benfica na terceira rodada da competição, mas viu o Trofense ser eliminado por 2 a 1 na prorrogação. Apesar da queda na competição, o defensor almeja uma boa temporada para a equipe rumo a se manter na segunda divisão e tentar o acesso. Até aqui, a equipe é a 11ª com 21 pontos em 17 jogos disputados.

— Na temporada 2021/2022 está sendo uma experiência incrível. Já tive a experiência de jogar contra o Benfica pela Taça de Portugal, momento único. É o sonho de qualquer jogador brasileiro jogar contra os times grande da Europa, espero fazer uma grande época em termos coletivos e individual, e que posso ter um final feliz igual época 2020/2021! — disse o brasileiro.

Keffel tem apenas 22 anos e foi formado na base do Figueirense, de Minas Gerais. O brasileiro ainda passou por São Caetano, onde subiu aos profissionais, e se transferiu ao Retrô antes de deixar o Brasil. Em Portugal, o brasileiro tem duas temporadas de muito êxito e esperar crescer para conseguir alcançar voos ainda maiores tanto com a equipe como individual.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top