Futebol americano

Knox brilha e Buffalo Bills vence New Orleans Saints com facilidade

Bills Saints
Brett Carlsen/Buffalo Bills

Foi um grande atropelo no placar e em ritmo de jogo do início ao fim. De um lado, os Saints contaram com um ataque completamente prejudicado por lesões e que não produziu absolutamente nada. Do outro, um Buffalo Bills em busca de regularidade e que não teve dó do adversário. No Mercedes-Benz Stadium, vitória dos visitantes por 31 a 06.

Desde o primeiro minuto, Buffalo fez valer o favoritismo, pressionou na defesa e teve o ataque em ritmo de treino. Com Josh Allen usando muito mais o jogo aéreo, os Bills abriram o placar com Dawson Knox recebendo passe de sete jardas. Se no ataque tudo funcionava muito bem, a defesa também fez seu papel para render bem e dificultar as investidas de New Orleans. Mesmo com um time mais fraco, os Saints tiveram algumas oportunidades, mas saíram para o intervalo com duas quartas descidas mal sucedidas.

Por outro lado, os Bills anotaram um field goal no início do segundo quarto, mas viram Josh Allen ser interceptado duas vezes seguidas. Apesar do fraco potencial ofensivo, New Orleans segue com a defesa em grande estilo e contou com pressão em Allen e uma linha que incomodou durante os primeiros 30 minutos. O principal problema é que um lado funcionou bem enquanto o outro foi completamente inexistente. Contra um time melhor, não ser eficiente nas duas frentes é a receita do desastre.

No início do segundo tempo, Buffalo quis colocar um ponto final rapidamente e mostrar que as interceptações foram apenas um erro de rota. Nas duas primeiras campanhas, Allen gastou relógio, conectou bons passes e encontrou Steffon Diggs e Knox novamente para deixar o placar em 24 a 0. O alívio de New Orleans veio logo em seguida com um passe de Siemian para Vanett e o touchdown confirmado. Como o dia não era nada favorável ao ataque dos mandantes, uma tentativa de dois pontos não foi convertida.

Sem nenhuma pressão, os Bills voltaram para o ataque dispostos a retomarem a vantagem no placar. Mesmo com a pressão defensiva chegando em Josh Allen, o quarterback soube se livrar mais rápido da bola e colocou um ponto final no marcador ao encontrar Breida, na linha de scrimmage, livre para anotar o touchdown e fazer 31 a 6. O toque dramático do ataque dos Saints ainda teve Siemian interceptado em uma chamada completamente equivocada do ataque.

Com a vitória, os Bills empatam com os Patriots em sete vitórias e quatro derrotas, mas retomam a liderança da AFC Leste. Os Saints ficam com uma campanha negativa neste momento com cinco vitórias em 11 jogos e mantém a segunda colocação da NFC Sul. O próximo duelo de Buffalo é contra New England, no dia 6, às 22h15. New Orleans recebe novamente no Mercedes-Benz Stadium o Dallas Cowboys, no dia 2, às 22h20.

Destaques do jogo

Buffalo Bills: Josh Allen (23 de 28 passes completados, 260 jardas, quatro touchdowns e duas interceptações) e Dawson Knox (três recepções, 32 jardas e dois touchdowns);

New Orleans Saints: Trevor Siemian (17 de 29 passes completados, 163 jardas, um touchdown e uma interceptação) e Liljordan Humphrey (três passes recebidos e 47 jardas);

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top