Futebol Internacional

Koundé entra na mira Real Madrid, Barcelona e United, segundo site

Norbert Scanella/PanoramiC via Imago Images

A temporada europeia chegou ao fim, mas o mercado da bola está a todo vapor neste meio de ano. Com a pandemia de Covid sendo reduzida nos principais centros do Velho Continente, os clubes começam a pensar no futuro financeiro positivo e contratações de grande porte.

Uma deles é Jules Koundé, jogador do Sevilla e que está no momento concentrado com a seleção da França para a disputa da Eurocopa, mas tem seu futuro sendo movimentado e podendo ser longe de Sevilha.

De acordo com o The Athletic, o preço pedido pelo defensor é de pelo menos 70 milhões de euros, (aproximadamente R$ 430 milhões). O zagueiro já escolheu três possíveis destinos: Real Madrid, Barcelona e Manchester United. Ele tem preferência por clubes que disputarão a Champions League na próxima temporada.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

O Arsenal também chegou a manifestar preferência no atleta, mas os Gunners não irão participar de nenhuma competição europeia na próxima temporada, o que deixa de fora os planos de Koundé.

O Barça tem a intenção de oferecer mais jogadores do que dinheiro, já que não vive o melhor momento financeiro, mas não vai convencer Monchi, já que o Sevilla vai precisar abrir os cofres para poder reconstruir sua defesa.

Os demais clubes interessados vão travar um duelo de propostas para tentar seduzir o clube de Sevilha para tentar fechar a negociação.

— Estou agora em um grande clube, mas, obviamente, gostaria de evoluir para uma equipe maior. Veremos o que o futuro reserva, mas é algo que está na minha cabeça — disse Koundé há poucos dias atrás, quando deu uma entrevista ao Telefoot.

Até o momento, a única proposta feita por Koundé foi do Manchester City em 2020. Os Citizens ofereceram cerca de 55 milhões de euros que foram recusados pelo Sevilla. O jogador ainda tem mais três anos de contrato, e o clube não tem pressa para negociar a sua jóia.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top