Futebol Internacional

Lamela faz gol de letra, mas Arsenal vira para cima do Tottenham e vence o clássico londrino

Dan Mullan via Imago

No derby do Norte de Londres, o Arsenal recebeu o Tottenham neste domingo (dia 14) e venceu de virada por 2 a 1, em confronto válido pela 28ª rodada da Premier League. Lamela abriu o placar para os Spurs com um golaço de letra, mas Ødegaard e Lacazette viraram para os Gunners. Lamela foi expulso no segundo tempo, mas não comprometeu negativamente com o resultado, pois o Tottenham pressionou nos instantes finais mesmo com um jogador a menos.

Com o vitória, o Arsenal vai a 41 pontos, mas permanece na 10ª posição. O Tottenham, por outro lado, estaciona nos 45 pontos, fica em 7º colocado e perde a oportunidade de subir para 5º.

Mikel Arteta deixou o capitão, Aubameyang, no banco de reservas. O técnico revelou na entrevista pré-jogo que a opção foi tomada por motivos disciplinares: o atacante chegou atrasado ao Emirates Stadium, e a perda da titularidade foi uma punição.

Não foi a primeira vez que Lamela faz um golaço de letra. No dia 23 de outubro de 2014, o Tottenham recebeu o Asteras Tripolis pela Liga Europa, e o argentino acertou a finalização improvável de fora da área. Na ocasião, os Spurs venceram por 5 a 1.

+ Dupla Kane-Son decide e Tottenham bate Arsenal no clássico londrino pela Premier League

Domínio do Arsenal; golaço de Lamela

A primeira etapa foi de amplo domínio do Arsenal. O ataque teve muita facilidade em construir as jogadas pelo lado esquerdo, sobretudo com Smith Rowe e Tierney. O lateral direito Doherty e o meia Hojbjerg, que fazia a cobertura pela direita da defesa, foram presas fáceis dos jovens dos Gunners.

Apesar de as principais chegadas do time da casa terem sido pela esquerda, foi pela direita que o placar quase foi aberto. Reguilón perdeu a bola e Partey tocou rapidamente para Smith Rowe no meio. O camisa 32 ajeitou e bateu firme, mas o chute parou no travessão. Dois minutos depois, para a aflição de José Mourinho e da torcida do Tottenham, Son desabou no gramado com dores na parte posterior da coxa e precisou ser substituído imediatamente por Lamela. Ninguém poderia adivinhar o que o argentino viria a fazer no jogo.

A pressão do Arsenal continuou, e o lado esquerdo do ataque estava funcionando bem. Além disso, as demais chegadas dos Gunners foram em chutes de fora da área. Os volantes Xhaka e Partey arriscaram de longe, mas as finalizações não tiveram a direção do gol. Aos 26′, Smith Rowe passou pela marcação e tocou atrás para Lacazette, mas o francês pegou mal na bola.

Apesar do domínio vermelho, foi o Tottenham que abriu o placar. Bale virou o jogo e encontrou Reguilón na ponta esquerda. O lateral escorou para dentro da área e encontrou Lucas, que rolou para Lamela acertar um lindo chute de letra no canto esquerdo de Leno, na primeira – e única – finalização dos Spurs na etapa inicial.

(Foto: Divulgação/Premier League)

Mesmo com o acidente de percurso, o Arsenal manteve a pressão. Smith Rowe novamente ganhou o duelo na ponta e rolou para Lacazette. Dessa vez, o atacante deixou a bola passar, e ela sobrou para Cédric, que bateu forte e acertou a trave.

Na décima finalização do Arsenal na partida, o gol finalmente saiu. Tierney passou por Doherty e cruzou rasteiro para Ødegaard, que bateu de primeira. A bola ainda desviou em Alderweireld e tirou a possibilidade de defesa de Lloris.

+ Possível boicote da Noruega na Copa do Mundo 2022

Virada, expulsão e drama no fim

Depois do intervalo, o jogo deu uma pequena esfriada. A primeira tentativa foi apenas aos 56′, quando Lacazette recebeu passe na meia-lua, dominou e bateu de longe, mas Lloris segurou em dois tempos. Parecia um defesa fácil, porém a bola escapou de suas mãos no primeiro momento.

Aos 62′, outro momento de insegurança de Lloris. Ele errou a cobrança do tiro de meta e entregou a bola nos pés de Pépé. Ele rapidamente ligou Lacazette, que dominou e tentou o chute, mas furou. No entanto, Sánchez chegou de carrinho e atingiu o pé do atacante. O árbitro Michael Oliver assinalou o pênalti, e o VAR – em decisão polêmica – confirmou a penalidade máxima. Na cobrança, Lacazette bateu forte na “bochecha da rede”, sem chance de defesa para seu compatriota, e virou o placar.

Depois de sofrer a virada, o Tottenham buscou sair mais para o jogo. Aos 70′, Kane cruzou para Dele Alli, mas o meia não conseguiu o desvio. No minuto seguinte, Lamela cabeceou, mas a bola ficou tranquila para Leno fazer a defesa. A reação esfriou um pouco quando Lamela foi expulso e deixou seu time com um jogador a menos. Aos 69′, ele havia recebido cartão amarelo por falta dura no adversário. Aos 76′, o argentino deixou o braço aberto e acertou o rosto de Tierney. Michael Oliver apresentou o segundo cartão amarelo e mandou Lamela para o vestiário mais cedo.

Mesmo com um a menos, Harry Kane chamou a responsabilidade e marcou o segundo gol dos Spurs, mas estava impedido. Aos 83′, Lucas bateu falta na cabeça do inglês, que conseguiu tirar a bola de Leno e acertar o canto. Kane, entretanto, estava bem a frente do último defensor, e o bandeirinha flagrou a posição irregular.

O Arsenal abriu mão de atacar e a pressão passou a ser do Tottenham. Aos 89′, Partey cometeu uma falta boba na entrada da própria área. Kane cobrou rasteiro no canto do goleiro e acertou a trave. No rebote, Sánchez tentou empurrar para o gol, mas Gabriel Magalhães estava no meio do caminho e usou a cabeça para evitar o empate. Kane ainda teve outra oportunidade em cobrança de falta, mas o chute passou por cima do travessão.

Próximos compromissos

Ambas as equipes voltam a campo na próxima quinta-feira (dia 18) pelos jogos de volta das oitavas de final da Liga Europa. O Arsenal vai receber o Olympiacos e poderá perder por até um gol de diferença para se classificar. O Tottenham viajará até a Croácia para enfrentar o Dinamo Zagreb. Na partida de ida, os Spurs venceram por 2 a 0 e encaminharam a vaga para as quartas de final. Pela Premier League, os rivais entrarão em campo no próximo domingo (dia 21). Os Gunners disputarão outro clássico londrino, dessa vez contra o West Ham, e o time de José Mourinho jogará contra o Aston Villa em Birmingham.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top