Futebol Internacional

Lateral da seleção brasileira se destaca e a Juventus vence o Sassuolo

Foto: Twitter oficial/@juventusfc

O torcedor bianconeri, que ainda não pode comparecer ao Juventus Stadium, assistiu a vitória da velha senhora sobre o Sassuolo por 3 a 1, pela televisão. O brasileiro Danilo, o meia Ramsey e o atacante Cristiano Ronaldo marcaram os gols da conquista da Juve enquanto Defrel descontou para os neroverdi. O confronto marcou a 17ª rodada da Série A Tim.

A partida foi equilibrada, com chances para ambas as equipes e somente oito faltas em 45 minutos. Os visitantes chegaram a ter uma maioridade na porcentagem de posse de bola, mas os chutes mais perigosos ficaram por conta da Juventus que assustou, mas não inaugurou o marcador. Pelo menos não no primeiro tempo. O único lance que preocupou foi já aos 45 minutos, quando o volante Obiang deu uma entrada dura em Chiesa. O árbitro primeiramente deu falta, mas foi chamado ao VAR para revisar o lance. Após a análise, o juiz expulsou o atleta do Sassuolo.

Na etapa final, com uma atitude mais agressiva depois de uma possível conversa com o treinador Andrea Pirlo, a velha senhora foi ao campo de ataque e logo viu resultado. Em uma troca de passe no lado esquerdo de ataque, Rabiot tentou um toque para Cristiano Ronaldo na frente da área, mas o zagueiro Ferrari bloqueou. Entretanto, a bola sobrou para Danilo que, de fora da área, soltou uma “bomba” de pé direito para abrir o placar. 1 a 0.

Twitter oficial/@juventusfc

Um gol para coroar as últimas atuações do brasileiro que caiu nas graças do treinador italiano e vem colecionando boas atuações com a camisa da bianconeri. Porém, o mesmo não acontece com alguns de seus colegas de time que, aos 12 minutos, viram Traoré dar passe para Defrel. O atacante dominou e passou por Demiral e Bonucci para bater cruzado, sem chances para Szczęsny. 1 a 1.

A partir daí, a Juventus passou a pressionar e teve mais chances de perigo ao gol de Consigli. O jogo complicou para o sistema defensivo para os neroverdis que continha a pressão do jeito que dava. Isso até os 30 minutos, quando a esquadra de Roberto De Zerbi igualou o momento no jogo e voltou a equilibrar o confronto. O ex-jogador só não contava que neste mesmo momento, os bianconeris ampliariam a vantagem.

Com 37 minutos do segundo tempo, Rabiot recebeu passe do lado esquerdo do campo e tocou para o lateral-esquerdo Frabotta. O português Cristiano Ronaldo ainda fez um corta-luz antes da bola chegar ao camisa 58, que dominou e cruzou rasteiro, na segunda trave, para o meia Ramsey marcar sem dificuldades. 2 a 0. No minuto seguinte, Oddei quase deixou tudo igual de novo, mas Szczęsny tratou de fazer uma defesa difícil.

Depois do gol, algumas substituições foram feitas em ambas as equipes. A posse de bola era quase igual, uma pequena vantagem para os donos da casa, que tentavam controlar o pouco tempo que ainda tinha de jogo, enquanto o Sassuolo se lançava ao ataque e pressionava a Juve. O árbitro da partida deu três minutos de acréscimo. Muitos poderiam pensar que era um dos poucos jogos em que o astro português não iria marar. Pois não se pode duvidar de Cristiano Ronaldo jamais.

Com 47 minutos, Danilo faz um lançamento da grande área da Juventus para o camisa sete, que dominou e saiu em velocidade pelo lado direito do Campo. O atacante invadiu a área e bateu forte para dar números finais ao jogo. 3 a 1. Com a vitória, a velha senhora assume a quarta posição, com 33 pontos e enfrenta, na próxima rodada, a Internazionale de Milão, atual vice-líder. Enquanto isso, o Sassuolo amarga a sétima colocação, com 29 pontos, e duela com o Parma, dentro de casa, para voltar a sonhar com o G4 da Série A Tim.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top