Botafogo

Lazaroni fala pela primeira vez como técnico do Botafogo: ‘O grande desafio é trazer resultados a curto prazo’

Foto: Vítor Silva/Botafogo
— Continua depois da publicidade —

O técnico do Botafogo, Bruno Lazaroni, concedeu entrevista coletiva à Botafogo TV pela primeira vez como técnico do Botafogo desde o desligamento de Paulo Autuori da função. Lazaroni falou sobre o posicionamento de Honda em campo, necessidade de vencer em curto prazo, elevar o nível de confiança da equipe e dar continuidade ao trabalhado construído por Autuori.

Confira as principais declarações do novo técnico do Botafogo:

Onde planeja utilizar o Honda?

“Ainda vou ter uma conversa pessoalmente com o Honda, mas ele é um jogador inteligente e do mais alto gabarito. Ele precisa se sentir confortável dentro de campo e vamos tentar de alguma maneira ou de outra conversar com ele e saber as opiniões dele. No entanto, agora ele está voltando de lesão e não sabemos se vamos poder contar com ele para domingo. Tenho total confiança nele independentemente da função que ele estiver exercendo e ele vai nos ajudar bastante.”

Resultados negativos e mudanças no time

“Imediatamente a gente precisa ter resultado a curto prazo e mais do que nunca, nosso foco é passar confiança aos atletas, conversar com eles. Não tem muito tempo para treinar. Vamos tentar fazer os ajustes que já estavam sendo feitos com o Paulo e contar com a colaboração dos atletas para sairmos da zona da confusão”.

Oportunidades para Cícero e Lecaros?

“Acho que todos os atletas estão aptos para jogar e podem vier a ter oportunidades. É precoce ainda falar de cada atleta individualmente, mas no caso do Cícero é uma coisa mais entregue à diretoria. O Lecaros vem treinando e vem treinando forte. Se por ventura tiver a oportunidade e fazer por merecer dentro do campo, ele vai continuar e ter novas oportunidades.”

Sobre a possível chegada de Kelvin

“Não tem muito para falar, até onde eu sei não está 100% acertado. Então, não gostaria de falar de atletas que ainda não fazem parte do elenco.”

Esquema com três zagueiros?

“Mesmo com o Paulo a gente já usou diversas estruturas, inclusive essa com três zagueiros nós jogamos muito bem. Talvez nossa melhor partida no ano tenha sido contra o Corinthians usando essa estrutura. O Paulo variou bastante ao longo do Campeonato Brasileiro, começamos já num 3-4-3, num 4-4-2, inclusive 4-3-3. Acho que independente da estrutura, o que vale é a nossa estratégia, ser fiel a ela e se entrar de corpo e alma para que a curto prazo a gente possa sair dessa zona de confusão.”

Maior desafio como técnico do Botafogo

“Estou muito honrado com essa oportunidade que estou tendo. Acho que o grande desafio é trazer resultados a curto prazo porque só com os resultados a curto prazo que a gente vai conseguir dar sequência ao trabalho. Não tem como fugir disso. Claro que o desempenho é importante para você estar mais próximo das vitórias, porém trazer resultados a curto prazo é mais do que necessário não só para mim como treinador, mas também para o clube sair dessa zona da confusão”.

Matheus Nascimento

“Matheus é uma joia dentro do clube e tem uma capacidade enorme. O Paulo conduziu muito bem. É um menino que completou recentemente 16 anos e pelo que eu entendo, ele ainda está em processo de formação. Por ter 16 anos e, principalmente, pelo momento que nós estamos vivendo hoje, talvez não seja o momento ideal para que ele ganhe mais minutos (em campo). No entanto, acho que tem sido fundamental essa oportunidade que ele vem tendo aqui de treinar com a primeira equipe e de vivenciar situações. Tudo isso vai ajudar na formação dele e aos poucos as coisas vão melhorar e talvez as oportunidades apareçam com mais frequência.”

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top