Internacional

Leomir de Souza, auxiliar de Abel Braga, defende a equipe após empate: ‘Se tivesse um vencedor seria o Inter’

Reprodução/Internacional

O Internacional empatou, com o Atlético-GO. Jogando em Goiânia, o colorado não conseguiu marcar gols, resultando em um lento e sem emoções 0 a 0. Durante o confronto, Thiago Galhardo desperdiçou uma penalidade e Rodrigo Moledo foi expulso. Diante deste cenário, Leomir de Souza, auxiliar técnico de Abel Braga – afastado com Covid-19 – mostrou-se contente com a atuação do time.

Na visão do treinador, o Internacional fez um jogo “de razoável para bom”. Leomir falou isso e explicou que, essa visão, se deve em função “dos números e oportunidade criadas” pelo colorado. “Se tivesse que sair um vencedor, teria que ser o Internacional”, disse o auxiliar de Abel Braga, na coletiva após o confronto.

Desde a saída de Eduardo Coudet, o Internacional não conseguiu vencer no Campeonato Brasileiro. E, na Copa do Brasil, a única vitória da atual comissão acabou sendo inútil afinal o clube acabou sendo eliminado da mesma forma. Mas Leomir de Souza crê que esteja havendo melhoras na parte tática e técnica.

– Está faltando resultados. Estamos trabalhando para melhorar. Falta de trabalho não é. Hoje fizemos um jogo melhor do que em partidas anteriores. Temos que analisar as circunstâncias. Tivemos um jogador expulso e perder pênalti acontece – disse Leomir.

Leomir avalia mudança na comissão técnica

Questionado sobre o quanto o Inter mudou, desde a saída de Eduardo Coudet, Leomir acredita que só faltam os resultados. Na visão dele, “não foi mudada a estrutura e nem o modelo de jogo”, que eram implementadas pelo argentino. O auxiliar ainda deixou claro que o Inter está “procurando manter o trabalho da outra comissão técnica”.

Durante o decorrer do empate, o Internacional desperdiçou diversas oportunidades. Além disso, mais uma vez Thiago Galhardo desperdiçou uma penalidade, demonstrando clara falta de confiança. Todavia, para Leomir, isso é algo que não deveria ocorrer. “Não podem perder a confiança. Independe de quem comanda, a confiança tem que ser acima de tudo no Internacional. Não pode ser na comissão técnica”, finalizou o auxiliar de Abel Braga

Para saber tudo do Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top