Chapecoense

Louzer analisa atuação da Chapecoense: ‘Os atletas têm se sacrificado e são merecedores de vivenciar esse momento’

Foto: Márcio Cunha/Chapecoense
— Continua depois da publicidade —

A classificação da Chapecoense para a sua quinta final consecutiva do Campeonato Catarinense foi conquistada na noite da última quarta-feira nos pênaltis. O time liderado pelo técnico Umberto Louzer entrou em campo dependendo apenas do empate, mas foi surpreendido com o gol do Criciúma aos 4 minutos do primeiro tempo. 

–  Nós não fizemos uma partida brilhante mas em momento algum nos desorganizamos, não demos oportunidade para o adversário e fomos premiados com essa classificação nos pênaltis (…) Conseguimos equilibrar o jogo sem sofrer mas nos faltou aquele ímpeto de jogar da maneira que a gente vinha jogando. É compreensivo pelo desgaste e pela dificuldade que foi imposta pelo Criciúma, que é um time que joga e marca forte.

O jogo teve uma atuação morna das duas equipes. A Chapecoense cresceu nos minutos finais do jogo após Louzer efetuar três alterações.

– Gostaria de ter feito a substituição até antes mas a gente pensa “tem que esperar”. (…) Eu tinha três atletas retornando de Covid-19 que era o era o Roberto, o Régis e o Anselmo Ramon então você fica ali meio que numa sinuca. Tem que tentar a estratégia de jogo mas sabendo que eles não teriam condições de suportar mais que 30 minutos. – Destacou o treinador.

O Verdão do Oeste vêm sofrendo, assim como outros times brasileiros, com a falta de ritmo de treino, baixas por lesões e atletas contaminados pela Covid-19. Louzer expôs a importância do comprometimento e união da equipe na conquista do objetivo.

– Precisamos comemorar o dia de hoje até porque nós temos que dar os parabéns não somente pela classificação mas também pelo sacrifício, pela superação que esses atletas têm tido no nosso dia-a-dia superando a questão do Covid-19 (…) os atletas têm se sacrificado, tem se superado e são merecedores de vivenciar esse momento.

Chapecoense comemora vaga na final do Catarinense 2020 Foto: Márcio Cunha/ACF⁣

Essa será a primeira vez que Chapecoense e Brusque se enfrentam em uma final do Campeonato Catarinense. Para muitos jogadores do clube do Oeste será a primeira oportunidade de disputar uma final.   

– Falamos pros atletas no início do jogo que tínhamos que acreditar em tudo que nós passamos para chegar até aqui! (…) Muitos desses meninos não tinham tido essa possibilidade de jogar uma final, outros nunca foram campeões! É uma oportunidade que a gente tem de disputar com Brusque, que é uma excelente equipe. Agora é reunir forças trocar o chip. Temos um jogo de estreia na Série B, vamos ver quais são os atletas que estão em condições de jogar.

Próximos confrontos

A final do Catarinense entre Chapecoense e Brusque ainda não tem data definida pela Federação Catarinense de Futebol. Enquanto isso a Chapecoense volta a campo no domingo, às 11h, na Arena Barueri contra o Oeste. O jogo é válido pela primeira rodada da Série B 2020. Louzer já analisa quais serão os próximos passos que a Chapecoense terá que dar.

–Vamos ouvir o Departamento Médico, o Departamento de Fisiologia, a parte física, vamos conversar com os atletas. A gente ganha um dia a mais de recuperação, já que o jogo é somente no domingo. (…) Agora é pensar na recuperação dos atletas, deixar que eles comemorem e celebrem e a gente já começa a projetar o nosso próximo adversário.

PARA SABER TUDO SOBRE OS TIMES DE SANTA CATARINA, SIGA O ESPORTE NEWS MUNDO NO TWITTERINSTAGRAM FACEBOOK.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo