Futebol Internacional

Manchester City vence dérbi contra United e é finalista da Copa da Liga Inglesa

Foto: PETER POWELL/POOL/AFP via Getty Images

Manchester City e Manchester United fizeram um dérbi bem movimentado e com diversas oportunidades de gol pela semifinal da Copa da Liga Inglesa no estádio Old Trafford. Com a vitória por 2 a 0, o City se classificou para a final e enfrentará o Tottenham, no Wembley Stadium.

O primeiro tempo foi de muitas chances de gols para ambos os times. O United começou marcando com Rashford, mas em impedimento. Gündoğan também fez gol em posição ilegal, logo na sequência. Bruno Fernandes arriscou um belo chute de fora da área e deu trabalho para Steffen e o City respondeu com De Bruyne, que acertou a trave. Ainda deu tempo de Foden marcar mais um gol em impedimento ao final da primeira etapa.

O time visitante abriu o placar aos 6 minutos da segunda etapa com Stones, que aproveitou cruzamento de Foden e apareceu na segunda trave para marcar. O City esteve melhor durante todo o segundo tempo e criou diversas oportunidades. Essa supremacia no jogo se concretizou com o gol que sacramentou a classificação do time, com o brasileiro Fernandinho. O volante aproveitou sobra de escanteio e acertou um belo chute de fora da área, no canto de Henderson para fazer o segundo do jogo.

No próximo jogo, o United recebe o Watford pela FA Cup sábado (9), às 17h, enquanto o City enfrenta o Birmingham em casa pela mesma competição no domingo (10), às 10h.

Primeiro Tempo

Antes de a bola rolar, os jogadores prestaram um minuto de silêncio em homenagem a Colin Bell, ídolo do Manchester City, que morreu nesta terça-feira (5).

Logo no primeiro minuto do jogo, o United marcou, mas o bandeirinha anulou o gol. Henderson lançou Martial, que aproveitou falha da defesa e tocou para Rashford bater para o gol, Steffen defender e a bola rebater em Stones e ir para o gol. No entanto, o camisa 10 do United estava em posição irregular no começo do lance.

No lance seguinte, mais um gol anulado na partida, desta vez do City. Foden recebeu na esquerda e bateu para dentro da área. Gündoğan desviou para o gol, mas à frente da linha da defesa.

Aos 8 minutos, o United adiantou a marcação e roubou a bola no campo de ataque. McTominay tocou para Bruno Fernandes que bateu no de fora da área e Steffen defendeu a bola que ia no ângulo.

O City respondeu na sequência. De Bruyne recebeu de Sterling e arriscou um lindo chute de fora da área, que parou na trave direita de Dean Henderson.

Como se não fosse o suficiente, o City marcou mais um gol em impedimento. Phil Foden recebeu na esquerda e partiu em velocidade para marcar, mas estava impedido no momento em que recebeu a bola, quase na linha do meio de campo.

A primeira metade da etapa inicial já era melhor do que os 90 minutos da última partida entre os dois times, em dezembro.

Aos 35, Sterling recebeu livre pela direita e invadiu a área. O jogador demorou para driblar e Luke Shaw se recuperou muito bem e retomou a posse da bola.

Não houve mais tempo para novas oportunidades para ambos os times, mas o primeiro tempo foi bastante movimentado e faltou apenas o gol para deixar o jogo ainda melhor.

Segundo Tempo

O gol finalmente saiu no começo da segunda etapa. Aos 6 minutos, Foden cobrou falta da esquerda, a bola passou por todo mundo dentro da área e John Stones apareceu na segunda trave para mandar para o fundo da rede.

João Cancelo quase ampliou na sequência. O português recebeu no bico da área e arrematou com perigo sobre o gol do United.

Aos 16 minutos, Mahrez fez jogada individual, driblou Lindelöf e mandou de fora da área, obrigando Henderson a fazer uma grande defesa e evitar o segundo gol do City. O time visitante era melhor a essa altura do jogo.

Bruno Fernandes teve uma boa chance aos 26 após passe de Pogba e receber na entrada da área, mas o português mandou para fora.

E teve gol brasileiro para ampliar o placar aos 36 minutos. De Bruyne bateu escanteio da direita, Wan-Bissaka afastou mal e Fernandinho emendou de primeira, de fora da área, no canto direito de Henderson para dar tranquilidade ao City.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top