Futebol Internacional

Manchester United sofre gol no último lance e empata com o Everton em jogo de seis gols

Divulgação/PremierLeague

O Manchester United recebeu, neste sábado (dia 6), o Everton e empatou em 3 a 3, em confronto válido pela 23ª rodada da Premier League. Edinson Cavani, Bruno Fernandes e Scott McTominay marcaram para os Red Devils. Abdoulaye Doucouré, James Rodríguez e Dominic Calvert-Lewin fizeram os gols dos Toffees. Com o resultado, o Manchester United chega a 45 pontos, permanece na segunda posição e pode ver o rival, Manchester City, se isolar ainda mais na liderança. O Everton vai a 37 pontos e se mantém na sétima colocação.

Antes do início da partida, houve homenagens aos falecidos no Desastre de Munique, que completa hoje 63 anos. O avião que levava jogadores e torcedores do Manchester United, além de jornalistas, de volta à Inglaterra caiu após a terceira tentativa de decolagem. 23 pessoas morreram na ocasião.

Na centésima partida de Ole Gunnar Solskjær como treinador na Premier League, Paul Pogba sentiu uma lesão muscular aos 39′ e foi substituído pelo brasileiro Fred.

Manchester melhor no ataque

O primeiro tempo foi disputado em um ritmo intenso, principalmente pelo lado do United. As chances demoraram a aparecer, mas isso não foi consequência de mau desempenho dos atletas. Depois de três finalizações ruins – uma delas, em bonita jogada individual de Greenwood -, os Red Devils abriram o placar com Cavani, aos 24′. Rashford cruzou na cabeça do uruguaio, que só teve o trabalho de empurrar a bola para o gol.

Com a vantagem, o Manchester cresceu na partida e dificultou as saídas do Everton. Bruno Fernandes, em cobrança de falta, tentou surpreender o goleiro com um chute direto ao invés de realizar o cruzamento na área. Olsen, no entanto, estava atento e fez a defesa. Em outra oportunidade, Rashford driblou dois jogadores e rolou para Fred, mas o chute com a perna trocada foi ruim.

O gol mais bonito foi marcado por Bruno Fernandes, aos 45′. Fred tocou para ele, que deixou a bola passar e recebeu o passe de Wan-Bissaka. O português fingiu o cruzamento e, novamente, quando se esperava uma assistência, o meia bateu direto para o gol e encobriu Olsen.

(Foto: Divulgação/PremierLeague)

O Everton não conseguiu chegar tantas vezes no campo adversário. Finalizou apenas duas vezes na primeira etapa, mas com perigo. Aos 41′, De Gea saiu do gol para ser opção de passe para Lindelof, mas o zagueiro sueco perdeu a bola. Richarlison, que viu o goleiro fora do gol, tentou o chute direto, mas a bola foi para fora. Nos acréscimos, Holgate lançou Calvert-Lewin, que invadiu a área com os dois marcadores vindo atrás. Eles conseguiram atrapalhar o chute do atacante, que passou ao lado da trave.

Reação relâmpago do Everton e gol no fim

O segundo tempo começou com um ritmo mais intenso que a primeira etapa. Aos 47′, Shaw tabelou com Cavani e bateu forte para a boa defesa de Olsen. O Everton, contudo, respondeu rapidamente e diminuiu o placar aos 49′. Davies lançou Calvert-Lewin, que avançou e cruzou na pequena área. De Gea espalmou para frente, nos pés de Doucouré. O francês só precisou colocar a bola nas redes.

Embalado pelo gol, os Toffees logo alcançaram o empate. Aos 52′, Digne cruzou na esquerda e Lindelof raspou de cabeça. Doucouré pegou a bola do outro lado do campo e tocou para James Rodríguez dentro da área. O colombiano dominou e bateu forte para marcar o segundo.

O United, apesar de sofrer dois gols em três minutos, conseguiu reagir e manteve a boa produção ofensiva. Rashford chegou bem na área em dois momentos. No primeiro, tentou uma cavadinha, mas Olsen fez a defesa. No segundo, recebeu passe de Bruno Fernandes, dominou, girou e bateu de esquerda para fora. Em jogada individual, o camisa 10 sofreu falta na meia lua, mas Bruno Fernandes pegou mal na cobrança.

O terceiro gol nasceu em bola parada, dessa vez cobrada por Shaw. Aos 70′, o lateral esquerdo levantou na área, e McTominay desviou de ombro para o fundo das redes.

No fim do jogo, os visitantes tiveram duas boas oportunidades para empatar o jogo. Digne acertou a trave aos 86′; e aos 88′, Calvert-Lewin roubou a bola do zagueiro Maguire e tocou para Richarlison. O brasileiro puxou para a perna direita, mas chutou para fora.

No último lance do jogo, falta para o Everton. O goleiro Olsen foi para a área tentar o cabeceio. Digne cruza, Keane consegue o desvio, Calvert-Lewin domina e empurra a bola para o gol, empatando a partida.

Próximos compromissos

Ambas as equipes entrarão em campo no meio de semana para disputar a quinta rodada da Copa da Inglaterra. Na terça-feira (dia 9), o Manchester United enfrentará o West Ham em Old Trafford, e, na quarta-feira (dia 10), o Everton receberá o Tottenham. Pela Premier League, os dois times voltarão a jogar no domingo (dia 14). Os Red Devils visitarão o West Bromwich, e os Toffees terão o Fulham como adversário.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top