Corinthians

Mancini diz que time ainda precisa de ajustes, mas já mira Libertadores: “Vamos em busca da vaga”

Foto: Agência Corinthians

Na noite desta segunda-feira (21), o Corinthians recebeu o Goiás na Neo Química Arena, em jogo válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. De virada, o Timão bateu o Esmeraldino por 2 a 1 e a vitória deixa o time próximo da zona de classificação para a Copa Libertadores.

Em entrevista coletiva após o jogo, o técnico Vagner Mancini atendeu os questionamentos dos jornalistas e deu sua opinião sobre a partida e as pretensões da equipe para a temporada. Em sua visão, o Alvinegro teve uma boa atuação, mas poderia ter saído com um resultado mais confortável se a pontaria estivesse mais calibrada. 

“Sonhar com algo é muito importante, ainda mais no Corinthians. Vamos em busca da vaga [na Libertadores]. Evolução precisa de ajustes. Hoje vi um time que jogou futebol, mas que ainda precisa de ajustes. Muito pelas chances que foram desperdiçadas ao longo da partida”, comentou o treinador corinthiano.

Defesa sólida

Mancini também comentou sobre a boa fase da defesa do Timão. Com um gol sofrido nos últimos cinco jogos, o setor, que era tratado como prioridade pelo técnico, agora permite que outros pontos sejam foco de atenção para a melhora.

“O sistema defensivo se ajustou. Uma hora ou outra vamos levar gol. Não tem como blindar sempre. Fica difícil uma marcação eficiente em todas as bolas. O ajuste foi feito, nos dá segurança de que a partir do momento em que alcançamos o centro do campo, que os volantes saiam para o jogo, os extremos, porque sabem que há segurança atrás”, disse o comandante alvinegro.

O camisa 10

Destaque da partida com duas assistências e ótimas aparições ao longo dos noventa minutos, Cazares foi tema central de uma das respostas de Mancini, que ressaltou a técnica do jogador, mas preferiu exaltar seu grupo de jogadores.

“Está tornando o time diferente. Nos domínios, passes, dá uma lustrada no jogo e fica bonito. É importante que tenham funções táticas dele, mas que tenha essa plástica porque isso aproxima o torcedor da gente. Bati muito na tecla do jogo com a cara do Corinthians. Sem a bola, entrega, determinação, mas com a posse tem que jogar futebol, incomodar, ganhar jogo. […] Hoje é um time que joga bem, tem bem definida a tática”, finalizou o técnico corinthiano.

Para saber tudo sobre o Corinthians, siga o Esporte News Mundo no Instagram, Twitter e Facebook

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top