América-MG

Mancini explica entrada de Ribamar no lugar de Fabrício Daniel: ‘O jogo pedia’

Mancini explica entrada de Ribamar no lugar de Fabrício Daniel: ‘O jogo pedia’
Foto: João Zebral/AFC

Contra o Juventude, o América-MG entrou em campo com algumas mudanças em seu time titular, uma delas a entrada de Ribamar na vaga de Fabrício Daniel. Após o jogo, Vagner Mancini justificou a troca baseado nas características do atacante.

Em entrevista coletiva concedida no Alfredo Jaconi, após o 1 a 1, o técnico explicou que a titularidade de Ribamar passou pela ausência de Zárate, além do estilo de jogo proposto pelo adversário nos jogos como mandante.

Siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

– Eu vou explicar. A entrada do Zárate com o Fabrício torna a equipe leve. A partir do momento que eu não tenho o Zárate, a gente tem que entrar com um centroavante, porque o jogo pedia um centroavante. Eu já sabia que a gente teria uma partida assim, disputada, diante de um adversário gaúcho, onde há força, o campo rápido. Então era necessário. E também pra parar a bola parada do Castilho, o Ribamar leva muita vantagem -, comentou.

+Mancini valoriza empate do América-MG e fala sobre Zárate: ‘Não apontar erros’

O camisa 7 atuou durante 73 minutos diante do Papo, não fez gol ou deu assistências, ganhou dois de oito disputas aéreas e dois de cinco duelos pelo chão. Na etapa final, deu lugar, justamente, a Fabrício Daniel.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top