Bahia

Mano elogia desempenho da equipe contra o Melgar e declara: ‘A gente quer ser vencedor’

Foto: Staff/ Conmebol

O Bahia atropelou o Melgar na partida de volta, nesta quinta, na Fonte Nova, triunfando por 4×0 em uma bela atuação da equipe. O técnico Mano Menezes não escondeu na coletiva a felicidade pelo triunfo e pelo desempenho do time:

– Primeiro quero falar da felicidade de ter visto a equipe jogar bem, não só pelo placar, mas pela qualidade do jogo que oferecemos, principalmente no primeiro tempo. A gente saiu de Lima com convicção de que poderia reverter e que, acima de tudo, poderíamos entregar mais como equipe. Hoje tivemos alegria de voltar à Fonte Nova, encontrar um gramado em excelentes condições, que propiciou e ajudou muito que a gente oferecesse esse jogo de qualidade. Quando a equipe está bem e as coisas funcionam, é possível esperar bastante da nossa equipe. A gente vinha fazendo bons jogos e as resultados não apareciam ou apareciam de forma esporádica. Espero que seja a retomada de uma sequência importante para o Bahia, não só na Sul-Americana, mas no Campeonato Brasileiro.

Ele também ressaltou a importância do resultado do jogo, já que em muitas partidas o Esquadrão jogava bem mas não conseguia êxito em suas finalizações ou levava mais gols.

– Importante vir o resultado acompanhado da boa atuação. Às vezes, você joga bem, mas o resultado fica devendo. Quando se consegue unir os dois, aumenta a confiança da equipe, jogadores, torcida, cria um ambiente favorável, de mais otimismo. Isso influencia no que a equipe pode entregar, e espero que seja assim cada vez mais.

Outro destaque na partida de hoje foi Daniel, que deu assistência para três gols e apresentou um belo fultebol e comprometimento. Com a volta de Rodriguinho, também no jogo de hoje, havia dúvidas sobre a posição. Mano esclareceu:

– Ainda é um pouco cedo para falar sobre isso, porque Rodriguinho vem de uma parada longa. Hoje seria mais coerente que a gente fizesse isso, porque Rodriguinho ainda não está 100%. Quando os dois estiverem em condição de igualdade, a gente pode fazê-los jogar juntos. Não vejo problema para isso. Desde que a equipe não perca a competitividade. A gente acha bonito, são jogadores de qualidade, mas o jogo é algo muito mais complexo. Muitas vezes, você tem que lutar pela bola; a outra equipe também tem qualidade de jogo. E aí o bonito só não chega, porque você perde uma coisa que é importante a equipe ter para se tornar vencedora. E a gente quer ser vencedor. Jogar bonito e ser vencedor.

O Bahia terá pouco tempo de descanso e preparação já que enfrenta neste domingo(8) o Botafogo pelo Campeonato Brasileiro.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top