Fluminense

Marcão afirma “fomos pouco efetivos” e reclama do excesso de paralisação na partida

Marcão afirma "fomos pouco efetivos"
FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

O Ceará venceu o Fluminense por 1 a 0 na tarde deste domingo (31), na Arena Castelão, pela 29° rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo com um jogador a mais em boa parte da partida, o tricolor carioca não conseguiu criar boas jogadas e acertar na finalização. Em entrevista, o técnico Marcão analisou o time e suas dificuldades:

” A gente tomou um gol muito cedo e a gente sabia que ia ter essa pressão inicial da equipe adversária, mas mesmo assim ficou um jogo bem igual, não foi soberano nem pra lá, nem pra cá. É lógico que depois que eles perderam um jogador, a gente criou uma situação da gente jogar mais com os nossos cinco homens de frente e com os nossos laterais mais afundados para criar essa situação de superioridade da última linha deles e criar uma situação de gol. A gente teve poucas chance, tentamos tudo, tiramos o André e colocamos um meia atacante para criar e colocamos o Arias numa situação para correr atrás das linhas deles. A gente criou pouco, teve uma com o Fred, Gustavo e uma do Lucca agora no final. A gente queria realmente fazer essa jogada de lado para fazer correr a linha deles, mas fomos pouco efetivos”.

– “Não é uma desculpa, mas é um fato importante, a gente teve 104 minutos de jogo e 42 de bola rolando. Então, a gente precisava fazer o jogo acelerar, lógico que a gente não está se eximindo da culpa do resultado, mas é muito difícil.” – completou Marcão

Outros trechos da entrevista:

Escolha de dois atacantes

– ” Quando a gente colocou o segundo atacante, a gente colocou realmente para segurar a última linha deles lá para a gente surpreender com esses dois jogadores que fazem um bom pivô e que também se a jogada fosse de lado a gente correria com a linha adversária e aproveitaria o bom posicionamento desses dois atacantes. A gente conseguiu segurar a linha deles lá atrás, isso foi planejado mesmo, mas a gente foi pouco efetivo.”

Mudanças para os próximos jogos

– ” Temos que analisar todas as situações, é lógico que a gente não descarta essa possibilidade de variações táticas. Hoje a gente jogou com o Arias um pouco por dentro porque a gente sabia que eles tem um jogo muito específico.”

Reta final do campeonato

– ” Estamos muito atentos com essa questão da tabela, e é lógico que jogo passado a gente queria ter conquistado essa sexta colocação e não aconteceu semana passada e nesse jogo a gente não conseguiu ter um resultado positivo. Mas estamos bem focados e tivemos uma conversa importante no vestiário em relação a tudo isso e são nove decisões. A gente vai trabalhar pra caramba, pra fazer o melhor no próximo final de semana para que a gente consiga uma vitória para focar realmente no objetivo.”

Titularidade do David Braz ou Luccas Claro

” O Braz vive um bom momento, é um cara que está positivo e é como o Luccas, um cara equilibrado e mereceu a chance e a oportunidade. A gente queria ver ele jogando com o Nino, e acho que eles responderam bem. O Luccas é um cara que esteve 1 ano e meio jogando de titular, um cara excepcional, mas a gente não determinou titularidade, é só um momento do Braz e a gente achou que deveria mantê-lo.”

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top