Fluminense

Marcão destaca entrega do time e vê melhora na ‘questão defensiva’ do Fluminense

Foto: Lucas Merçon/FFC

Após vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo, o técnico Marcão valorizou o estilo de jogo do Fluminense no clássico deste domingo, em São Januário, em jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em coletiva, o treinador avaliou que o time melhorou na questão defensiva e novamente destacou a entrega em campo.

– Sabia que ia ser um jogo bem difícil, bem truncado, decidido no detalhe como foi. Era jogo de não dar oportunidade para o adversário. Isso a gente conseguiu. Melhoramos o posicionamento, na questão defensiva. Fizemos um jogo muito seguro nessa questão. Ajustamos na conversa e nos treinos as coisas do jogo passado e tínhamos certeza de que ofensivamente a gente ia continuar produzindo como no jogo passado – disse o treinador.

– Tenho que enaltecer o resultado, a postura da equipe. O adversário veio jogando tudo, tentando tudo que é possível, já que briga contra o descenso. A gente respeitou adversário marcando forte e produziu ofensivamente a ponto de transformar isso em gols – completou.

Marcão ainda comentou sobre a mescla entre a juventude e a experiência dentro de campo. Nenê e John Kennedy ficaram próximos em alguns momentos do jogo.

– A ideia hoje foi mesclar a experiência do Nenê com a juventude do Jonh Kennedy. No meu modo de ver, o Nenê fez um grande jogo, muito comprometido. Este comprometimento de todos os jogadores fica na memória – destacou.

Com o resultado, o Fluminense chega a 50 pontos e permanece na sétima posição. O clube está a quatro pontos do Atlético-MG, que é o quarto colocado. Na próxima partida, o Tricolor encara o Goiás no domingo às 20h30 (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, pela 33ª rodada do Brasileirão.

OUTROS TRECHOS DA COLETIVA:

Jogo truncado

O Botafogo veio com uma formação diferente de tudo que a gente vinha acompanhando, com um volante mais posicionado, o Foster. A gente achou que eles iriam fazer uma linha de cinco, mas veio com um volante só mesmo. Eles mudaram a característica porque devem ter visto o jogo passado. No primeiro tempo a gente buscou esse espaço, procurando encaixar a bola nas costas do volante do Botafogo. Conversamos bastante no intervalo e achamos o melhor espaço para superar essa linha do Botafogo. Produzimos um pouco melhor e chegamos na situação do gol. O Botafogo vinha tomando muito gol no último terço do campo, acho que até por isso foi que o Barroca optou por esse volante à frente da zaga.

Wellington Silva

O Wellington sofreu no jogo passado. Teve a oportunidade de fazer gol, o da virada lá. Mas aí surgiu essa situação de outra oportunidade. Ele é um menino que vale ouro, é apaixonado pelo clube. É criado aqui, sofre como nós. Quando a situação não vai muito bem, ele rasga a pele. Sofreu muito com a gente e, hoje, teve a oportunidade de dar a volta por cima no momento em que precisamos dele. E finalizou a partida. Teve esse desabafo emocionante e apaixonado pelo nosso torcedor. É um menino grandioso que merece todo o nosso respeito – afirmou.

Importância da vitória

A gente começou o jogo com uma nova linha de frente. Perdemos o Fred, então trouxemos o Nenê para dentro fazendo essa função. E ele produziu bastante. A gente conhece o jogo do Nenê, sabe o que ele pode render. Na minha avaliação ele fez um grande jogo. Tem uma boa bola parada. Hoje tivemos jogadores com experiência e com juventude, a gente buscou equilibrar os jovens como o John com a experiência do Nenê. Do outro lado temos o Lucca, que entra na área. Foi por isso que saiu o gol, ele sempre busca essa opção de infiltração, de movimentação. Vai ter momentos em que o adversário vai ser superior, mas o tempo todo estamos buscando essa variação para produzir mais e mais e para que a gente consiga achar os pontos positivos. Eu particularmente fiquei muito satisfeito hoje. O jogo tecnicamente foi muito truncado, foi um jogo difícil, e os jogadores se doaram ao máximo, duelaram na área o tempo todo. Para mim o que vale é a entrega deles. Mais um clássico que a gente ganhou. É isso que a gente guarda na memória e leva para o próximo jogo.

Formação do time

A gente precisava se organizar defensivamente, correr menos riscos que no jogo passado. Os meninos trabalharam para se posicionar melhor, a gente conseguiu organizar os volantes na frente da zaga. Com isso, a proteção ficou maior. A equipe foi muito segura, marcou forte e conseguiu anular as principais jogadas do Botafogo.

Fred

A gente vai analisando jogo a jogo. O Fred é um grande jogador, mas temos que valorizar os meninos que vieram hoje. O John fez grande movimentação, é um menino com muito valor e vai continuar integrado. Tenho certeza que ainda vai dar muita alegria ao nosso torcedor.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top