Copa América

Por casos de Covid-19, Marcelo Moreno critica CONMEBOL: “O que importa é somente o dinheiro”

Moreno Critica Conmebol
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Nesta terça-feira (15), o atacante boliviano Marcelo Moreno fez uma publicação revoltado criticando a CONMEBOL por conta da Copa América realizada no Brasil. Utilizando uma postagem do ge no Instagram, o jogador repostou com o comentário:

“Obrigado a vocês da Conmebol por isso. A culpa é totalmente de vocês. Se morre uma pessoa, o que vocês vão fazer? O que importa é somente o dinheiro, a vida do jogador não vale nada?”

A crítica de Marcelo Moreno é sobre a realização do torneio em meio a pandemia de Covid-19 que ainda segue em alta no Brasil e outros países da América do Sul. Para saber tudo sobre a Copa América, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Ao todo até o momento foram 52 casos confirmados de contágios na competição, contando jogadores, membros das comissões técnicas e funcionários. Segundo a imprensa boliviana, Moreno é um deles.

Na segunda-feira, o Ministério da Saúde emitiu nota oficial sobre o número de contágios:

– Foram realizados 3.045 testes de RT-PCR entre jogadores, membros das delegações e prestadores de serviços. Até o momento, 52 casos de Covid-19 foram confirmados, sendo 33 entre jogadores e membros das delegações e 19 prestadores de serviços contratados para o evento. Os casos de prestadores de serviços foram confirmados em Brasília (DF) e no Rio de Janeiro (RJ). A positividade de casos por Covid-19 foi de 1,70%.

Jogadores da Seleção Venezuelana testaram positivo para covid-19 na sexta-feira (11) e foram os primeiros casos. Por conta disso, a CONMEBOL alterou o regulamento da competição e emitiu nota oficial logo na mesma noite. No início da organização da competição, o regulamento previa apenas cinco modificações por conta de testes positivos da doença. Agora, as mudanças estão livres, sem nenhum limite.

+Após venezuelanos testarem positivo para Covid-19, CONMEBOL altera regulamento da Copa América

Foto: Reprodução Nota oficial no site da Conmebol

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top