Botafogo

Marco Antônio admite falta de pontaria do ataque do Botafogo

(Foto: Vitor Silva/ Botafogo)

Na tarde desta sexta-feira (30), próximo ao confronto contra o Nova Iguaçu, o atacante Marco Antônio falou sobre a rotina de treinos e entrega dos atletas, mas pontuou sobre a falta de boas finalizações. Marco valorizou também mais tempo de treino que a equipe teve com Marcelo Chamusca, após a eliminação precoce na Copa do Brasil e o time não se classificar para a final da Taça Guanabara.

– Acho que toda equipe precisa de um tempo para trabalhar. O professor Chamusca desde quando chegou está sendo muito cobrado por poucos dias de treino, quando a gente tem semana cheia dá pra ele implementar o que ele pede, às vezes dá para fazer melhor, tem mais tempo e deu pra ver nesse último jogo o nosso grau de intensidade. O que o professor pediu a gente fez, marcação intensa, quando a gente tem essa semana inteira aí aberta para nós da para a gente entender melhor o que o professor quer e nosso desempenho ser melhor a cada jogo. 

Ao falar sobre as oportunidades de gol, o atacante declarou:

– O importante é a gente estar criando oportunidades de gols né, precisamos ter um pouco mais de frieza ali na frente, eu me incluo nisso, tive algumas oportunidades e acabei ali não tendo capricho. É isso, a gente está fazendo o máximo possível para acertar o gol e creio que no momento certo, criando as oportunidades, o gol vai sair naturalmente.

Sobre o próximo confronto, Marco relembrou a sua estreia e falou sobre a expectativa:

– Na minha estreia contra o Nova Iguaçu eu pude fazer o gol, dar um passe, mas agora é outro campeonato, é um mata-mata, o Nova Iguaçu vem mais preparado para esse jogo, sabendo da dificuldade do jogo que vai ser, mas a gente espera fazer um grande jogo e quem sabe eu possa estar fazendo gols e contribuindo com passes e a equipe estar saindo com a vitória.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top