Futebol Internacional

Marco Reus decide e Borussia Dortmund vence o Hoffenheim por 1 a 0 na Bundesliga

Divulgação / Bundesliga
— Continua depois da publicidade —

O Borussia Dortmund conseguiu uma importante vitória na PreZero Arena neste sábado (17) contra o Hoffenheim por 1 a 0, na 4ª rodada da Bundesliga 2020/21.

Com dificuldades na conclusão, o Borussia Dortmund sentiu a falta do jovem artilheiro Erling Haaland no 1º tempo, pois o jogador estava sendo poupado após a Data-FIFA. Sendo assim, a primeira etapa foi marcada por chances para ambos os lados, com destaque para os contra-ataques do Hoffenheim e as tentativas de criação do Dortmund, que teve Meunier parando na trave nos minutos finais.

Na segunda etapa, o Hoffenheim tentou sair mais para o jogo num momento em que haviam mais espaços, mas acabou sendo ameaçado pelo Borussia em diversas oportunidades, principalmente depois que Marco Reus e Haaland entraram. Cada vez mais pressionado, a equipe da casa não resistiu às linhas altas e cometeu um erro fatal, criando a oportunidade perfeita que a dupla de artilheiros buscava. Haaland fez a assistência e Reus completou para assegurar a importante vitória do Borussia Dortmund.

Com a vitória, o Borussia foi a 9 pontos e ocupa a vice-liderança da Bundesliga 2020/21, estando um ponto apenas atrás do RB Leipzig. O Hoffenheim acabou caindo para a 8ª colocação e passará o final de semana fora da zona de classificação para as competições europeias.

Nesta semana, o Dortmund voltará suas atenções à UEFA Champions League para enfrentar a Lazio no Estádio Olimpico na quarta-feira (20). Enquanto isso, o Hoffenheim receberá o Estrela Vermelha na quinta-feira (21) na rodada inicial da UEFA Europa League.

O JOGO

A maior parte do 1º tempo foi marcado por um maior volume de jogo exercido pelo Borussia Dortmund, que chegou a ter 65% de posse em 15min de partida. Entretanto, o Hoffenheim marcou em linhas altas em diversos momentos, pressionando as saídas em busca de contra-ataques em velocidade com toques rápidos e aproximação, oferecendo espaços nas transições.

A estratégia quase foi bem sucedida na primeira tentativa em aos 3 minutos quando Gacinovic recebeu um excelente cruzamento de Skov na esquerda e desperdiçou na entrada da pequena área, com totais condições de abrir o placar para o Hoffenheim. Depois, foi a vez de Sancho ter sua primeira chance no chute com o pé direito dentro da área e parar em boa defesa do goleiro Baumann.

Em outra chance criada pelo Hoffenheim com lançamento em profundidade, Gacinovic recebeu de Belfodil na entrada da área e fez a infiltração pelo meio chutando com pé esquerdo em lance que aconteceu aos 19 minutos, momento no qual Lukasz Piszczek deixou o campo lesionado para a entrada de Thomas Delaney.

Aos poucos, o Hoffenheim começou a ser mais efetivo em bloquear a criação do Dortmund com uma marcação mais intensa no meio-campo, conseguindo também armar contra-golpes frequentemente. Outra chance perigosa de gol ocorreu com 31min quando Dennis Geiger cruzou para a área e achou Belfodil para cabecear e deixar fechado, impedindo a visão de Hitz no lance.

Após ter sido ameaçado, o Borussia iniciou uma forte reação e quase conseguiu sair na frente do placar. No arranque pela esquerda aos 33 minutos, Sancho tentou concluir depois de passar pela última linha mas teve o chute desviado por Delaney. Aos 37, foi a vez de Meunier acertar a trave ao cabecear dentro da grande área recebendo o cruzamento certeiro de Brandt.

No 2º tempo, a equipe do Hoffenheim adaptou a estratégia exercendo maior pressão na marcação adversária, ao mesmo tempo que o Borussia passou a adiantar suas linhas e buscar o contra-golpe, deixando o jogo ainda mais dinâmico.

Repetindo a situação da etapa anterior, o Borussia estava com maior volume nos primeiros minutos. Sancho, Passlack e Reyna, que aos 8 minutos conseguiu arrancar uma boa defesa do goleiro ao chutar com o pé direito de fora da área após passe certeiro de Sancho, criaram boas jogadas e assustaram o Hoffenheim. A partir dos 20 minutos, a tendência era que a situação piorasse para a equipe da casa com as entradas de Marco Reus e Erling Haaland (nos lugares de Sancho e Brandt).

Depois das alterações, o Borussia estava encontrando dificuldades para furar a defesa adversária, mas a situação .Reus recebeu o passe na direita e foi carregando até o centro da grande área para finalizar e testar o goleiro Baumann. Logo depois, o pressionado Hoffenfeim acabou cometendo erro na cobrança do tiro de meta. Dois jogadores do Borussia subiram e a bola sobrou para Haaland com liberdade na esquerda encontrar Marco Reus correndo para o centro da área. Com dois artilheiros em sua frente, Baumann ficou vendido e o Borussia abriu o placar aos 30 minutos do 2º tempo.

Cinco minutos depois, Haaland teve a oportunidade de encaminhar a vitória do Borussia ao receber um passe espetacular de Raphael Guerreiro (em sua primeira jogada) pela esquerda. Ao ficar na cara do gol, o jovem artilheiro acabou desperdiçando e a bola passou ao lado da trave esquerda.

Depois de quase sofrer o segundo gol, o técnico do Hoffenheim resolveu mexer na estrutura de sua equipe com três alterações, utilizando a tática ofensiva 3-4-3 na reta final (Dabbur; Baumgartner e Larsen formando a linha ofensiva). A melhor chance de gol acabou surgindo aos 35 minutos na chegada de Baumgartner pela esquerda, em jogada de arranque construída por Dennis Geiger. Hitz defendeu firme o chute que acabou indo em sua direção.

Guerreiro, Reyna e Reus tiveram ainda oportunidades para ampliar o marcador até o final do jogo. No último minuto, a chance final para o Hoffenhiem surgiu na cobrança de Dennis Geiger perto da grande área, mas a bola acabou sendo desviada e o jogo foi encerrado com vitória importante do Borussia.

FICHA TÉCNICA
Hoffenheim 0-1 Borussia Dortmund

Data: 17/10/2020, 10:30
Estádio: PreZero Arena
Árbitro: Sascha Stegemann

Gols: 2T 31′ Marco Reus (Borussia Dortmund)

Substituições – Hoffenheim: Thomas Delaney (Lukas Piszczek); C. Baumgartner (Belfodil); Bruun Larsen (Gaćinović); Munas Dabbur (Bebou); Ryan Seggegnon (Skov); Florian Grillitsch (Posch)

Substituições – Borussia Dortmund: Marco Reus (Sancho); Erling Haaland (Brandt); Jude Bellingham (Dahoud); Raphael Guerreiro (Meunier)

Hoffenheim (3-1-4-2): Oliver Baumann; Stefan Posch, Kevin Vogt, Kevin Akpoguma; Diadie Samassekou; Sebastian Rudy, Mijat Gaćinović, Dennis Geiger, Robert Skov; Ishak Belfodil, Ihlas Bebou. Técnico: Sebastian Hoeneß

Borussia Dortmund (3-4-2-1): Marwin Hitz; Lukasz Piszczek, Mats Hummels, Enre Can; Thomas Meunier, Dahoud, Witsel, Felix Passlack; Jadson Sancho, Giovanni Reyna; Julian Brandt. Técnico: Lucien Favre

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top