Flamengo

Marcos Braz cita demora de Jorge Jesus para desistir do retorno do técnico ao Flamengo

Flamengo

Marcos Braz falou sobre a negociação com Jorge Jesus e os motivos para o acordo não acontecer, além de outros assuntos. Confira:

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

O Flamengo está muito próximo de anunciar Paulo Souza, da Polônia, como seu novo treinador para 2022. Ele vem como plano B ao retorno de Jorge Jesus, que não pareceu disposto a sair do Benfica no momento da negociação, apesar do anúncio recente de sua rescisão com o clube português. Nesse sentido, Marcos Braz abriu o jogo e deu detalhes sobre a situação que levou a uma mudança de planos, em uma entrevista ao jornalista Renato Mauricio Prado.

Segundo o dirigente, não ficou claro se Jorge Jesus queria, ou não, retornar ao Flamengo.

– Não dava mais para esperar o Mister. Ele não nos deu nenhuma sinalização clara de que queria voltar. Estava jogando conosco e com o Benfica. Você sabe quanto o Benfica ganhou com a classificação para as oitavas de final da Champions? 52 milhões de reais! Imagina quanto o Mister levou de prêmio. É claro que ainda está de olho numa possível classificação para as quartas, que vale mais uma fortuna pro clube e pra ele.

Marcos Braz aproveitou para falar sobre a multa rescisória, mostrando que existia a possibilidade de pagar um valor menor, mas a opinião do treinador português sobre uma saída poderia mudar de acordo com os resultados.

– A multa rescisória dele é por competição em que o Benfica está vivo: 2 milhões de euros por cada uma. Eram 6 mihões, antes de cair na Taça de Portugal. Agora, são 4, porque ainda tem a Liga e a Champions. Se perder do Porto, no dia 30, cai pra 2, porque o campeonato português vai pro saco também. Mas e se ganha do Porto? Ele vai querer sair? O Benfica vai querer que ele saia? Não dá pra ter certeza de nada e eu precisava decidir.

O dirigente complementou falando sobre a urgência de trazer um novo técnico.

– Os jogadores se reapresentam no dia 10 e eu preciso ter um treinador lá. Este próximo ano vai ser infernal. Quem não treinar bem pra fazer uma boa base pra temporada, tá ferrado. Isso contou muito também na hora de decidir. Vai que o Mister não sai no final do ano e resolve ficar pelo menos até meados de fevereiro, para fazer os jogos com o Ajax? Vai que classifica! É difícil, é! Mas não vai jogar contra um City, um PSG, um Bayern. Dá pra ter alguma esperança.

Confira outros trechos da entrevista de Marcos Braz

Mais sobre a espera por Jorge Jesus

– Se o Mister tivesse me dito, “espera até o dia 30”, eu teria esperado. Mas ele não disse nada. Ficava na dele e, quando questionado, repetia que dependia do Benfica. O Bruno Macedo já nem está mais aqui. Viajou pro Brasil. Você acha que ele viajaria se o Mister ainda estivesse a fim de negociar?

Nota sobre Jorge Jesus

– Aquela nota foi escrita a quatro mãos. Jesus participou também. E aí ficava nessa lenga-lenga. Esperei o máximo que podia. Fiz tudo que era possível. Você não acha que eu adoraria voltar ao Brasil com o Mister recontratado? Claro que sim! Mas a verdade é que ele não me passou nenhuma segurança. Estava jogando com os dois lados para ganhar o máximo possível. Até entendo, mas pra mim deu. Depois daquela nota oficial ainda esperei algum contato, do tipo, “olha, tinha que falar aquilo publicamente, mas quero voltar”. E não veio mais nada.

Paulo Souza

– A escolha foi natural e tranquila. Desde o ano passado tínhamos um olho nele. Decidi, na verdade, entre ele e o Carvalhal, que eu também poderia ter contratado. Preferi o Paulo Souza, porque me pareceu mais objetivo, com mais ganas de fazer sucesso no Brasil. Respeito opiniões contrárias, como a sua (disse-lhe claramente que não tinha considerado a contratação ideal), mas acho que o tempo vai provar que eu estou certo.

Outras opções

– Paulo Fonseca é caríssimo. Ganhava 7 milhões de euros por ano na Roma. Claro que aceitaria ganhar menos no Flamengo. Mas ainda assim seria muito caro. Leonardo Jardim foi campeão da Champions asiática há pouco tempo. Está num mau momento agora e talvez saia. Mas é talvez. Eu não tenho mais tempo para esperar um talvez.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top